A TODOS DESEJO FESTAS FELIZES.

A TODOS DESEJO FESTAS FELIZES.
Nascer do Sol no Cais da Ribeira-Porto

sábado, 31 de janeiro de 2015

Escravidão Nos Bastidores do Mundo da Moda...Aquilo Que Se Finge Não Saber E Fica Escondido Para Ninguém Ver!

Uma equipa de vídeo acompanhou três bloguers de moda noruegueses durante um mês no Cambodja, onde trabalharam numa fábrica têxtil que produz roupas para as grandes cadeias de fast-fashion. O resultado está a tornar-se viral.


 




 



Três jovens bloguers de moda noruegueses passaram das festas privadas em Oslo, para a dura realidade da vida de um trabalhador de uma fábrica têxtil no Cambodja. O desafio foi lançado por uma equipa que pretendia fazer um documentário sobre as condições de vida destes trabalhadores, chamando a atenção directa dos consumidores finais dos produtos que eles fabricam: roupa para grandes cadeias de moda como a H&M ou Mango.
O documentário pretendeu ser uma experiência social com o objectivo de mostrar os bastidores do fabuloso mundo da moda que, em muitos casos, é sustentado por histórias trágicas vividas em fábricas de países do terceiro mundo.
 
 Os produtores pretendem fazer todos aqueles que vêem o documentário pensar duas vezes antes de comprar uma peça de roupa nas cadeias de fast-fashion, que oferecem preços baixos à custa da exploração de milhares de pessoas.

 
 


 
Esta é uma canção homenagem a todos quantos lutam para ter uma vida digna numa fuga à  condição de escravatura no seu próprio país. Sem documentação, explorados, e deslocando-se em condições sub-humanas, muitos acabam por perder a vida e os que conseguem sobreviver, são repatriados. Somos todos iguais, mas uns são mais iguais do que outros.
 
                                                                     
################################################################################
 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Grande, Vasco Santana!...

...O estudante de medicina que, para além de saber o que era o esternocleidomastóideo, pretendia curar as chagas de carácter social! Ah, grande Vasquinho!...

 
Passam , hoje, cento e dezassete anos sobre o nascimento de um dos maiores actores portugueses de todos os tempos: Vasco Santana. Haverá alguém que pergunte: 
 "Quem foi"? Claro que não!
 
28 de Janeiro de 1898 / 13 de Janeiro de 1958
-----------------------------------------------------------------------------------
 

"(...) Adorado pelo povo português, Vasco Santana será, para todo o sempre, um marco incontornável da arte da representação. Actor genial, ao nível dos maiores do mundo, marcou para sempre a comédia à portuguesa. De enorme sensibilidade, dotado de invulgares técnicas teatrais, transformou-se num mito do cinema nacional."
 Excerto biográfico retirado da Wikipédia
 
 
                                      Do filme "Canção de Lisboa", onde contracenou com
                     Beatriz Costa e António Silva, entre outros.
 
****************************************************************
************************************
 
 

domingo, 25 de janeiro de 2015

Amigos de Verdade.

 
Esta foto foi premiada em 2014, como uma das melhores fotos do Ano.
 
Recebi-a via email por parte de Uma Amiga Muito Querida. 
 
 
Para todos quantos se consideram e considero meus amigos, dedico este poema de amizade! 
 
 
"A Um Amigo"
 
 
Fiel ao costume antigo,
Trago ao meu jovem amigo
Versos próprios deste dia.
E que de os ver tão singelos,
Tão simples como eu, não ria:
Qualquer os fará mais belos,
Ninguém tão d’alma os faria.

Que sobre a flor de seus anos
Soprem tarde os desenganos;
Que em torno os bafeje amor,
Amor da esposa querida,
Prolongando a doce vida
Fruto que suceda à flor.

Recebe este voto, amigo,
Que eu, fiel ao uso antigo,
Quis trazer-te neste dia
Em poucos versos singelos.
Qualquer os fará mais belos,
Ninguém tão d’alma os faria.

Almeida Garrett, in 'Folhas Caídas'
 
 


 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Melhor É Impossível...Charlie!...

...Ao som da Música: Dança Húngara nº 5 de Brahms.



                                                               
 
"A persistência é o melhor caminho do êxito."

 
 
 
 
PARA TODOS, VOTOS DE  BOM FIM-DE-SEMANA!
 
 

 

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Os TAIS QUAIS, São Fenomenais!...



 
A estreia ao vivo, deste supergrupo, aconteceu a 09 de Junho de 2014 no Festival Encontro de Culturas, em Serpa.
Nesta altura, ainda se vivia na expectativa se o Cante Alentejano viria a  ser escolhido pela UNESCO, para fazer parte do Património Imaterial da Humanidade. O que veio a acontecer, para gáudio nacional, especialmente,  do povo alentejano.
 

“Olha a Noiva Se Vai Linda”
Celina já te casaste
Já o laço te apanhou
Deus queira que sempre digas
Se bem estava,
Se bem estava melhor estou
Olha a noiva se vai linda
No dia do seu noivado
Também eu queria ser
Também eu queria ser
Também eu queria
Também queria ser casado
Ser casado e ter juízo
Acho que é bonito estado
Também eu queria ser
Também eu queria ser
Também eu queria
Também queria ser casado
Tua boca é uma rosa
Os teus dentes as folhinhas
E essas tuas faces mimosas
São duas,
São duas lembranças minhas
 

 
 
João Gil, Sebastião Santos, Jorge Palma, Celina da Piedade, Tim, Paulo Ribeiro, Vitorino e Serafim (humor), juntos, formam o colectivo “Tais Quais” resgatando das memórias a experiência dos antigos, unida ao talento dos novos autores. Que sigam em frente, somando ao Cante Alentejano, a vontade de dar a conhecer ao Mundo a nossa Cultura Popular.


                                     " Tais Quais"...Oliveiras, olivais...
 
 
 


domingo, 18 de janeiro de 2015

Há Males Que Vêm Para Bem! Atenção, Meninos, Digam aos Pais e Avós Que Este Post é para Vós!

 
 
"Por Bem"
 
Uma galinha, um pato, um cão e um burro iam a fugir por uma estrada fora. Corta-lhes a correria um polícia:
- Alto lá, seus fugitivos. Para
irem com essa pressa, alguma maroteira fizeram.
Eles protestaram que não, mas o polícia, desconfiado, quis saber pormenores. Então, a galinha explicou:
- Eu ia a fugir, porque ontem ouvi que iam fazer canja, lá em casa.
Ao que o pato acrescentou:
- E depois da canja, pato com arroz...
O cão explicou:
- O meu dono ia mandar-me para o canil.
- E o meu dizia que eu estava velho e ia mandar-me abater - disse o burro.
- Mas comigo ainda podes - disse o polícia, saltando-lhe para os costados.
Presa a cada mão, trazia o pato e a galinha. Salvara-se o cão, que o polícia não teve maneira de prender.
- Toca a andar para a esquadra - comandou o polícia. - Vai tudo preso.
O burro, habituado a obedecer, obedeceu. Mas o cão, que se safara, é que não se conformou. Deu uma valente mordidela numa das patas do burro, que escoiceou. O polícia caiu ao chão e largou a galinha mais o pato.
Correram os bichos. Mal refeito da queda, o polícia não teve forças para persegui-los.
- Desculpa a dentada - disse o cão ao burro, quando se viram a salvo. - Mas foi por bem.
- Não tem importância - respondeu o burro, a mostrar os grandes dentes, num riso de felicidade. - Há coisas que ardem, mas curam.

Conto de António Torrado
 
(Moral da história - digo eu - para alertar os meninos: Por vezes é preciso beliscar pessoas que, cheias de boa-vontade, são manipuladas por outras, que são desmioladas! :)  )

                                                                       
Viu, Vovô?....

                                               
Como este ano vamos ter eleições, fica também este vídeo dos
                             BICHOS CANTORES!
 
:))))
 
Tenham uma boa semana!
 
###################################


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Um Beijo Não Custa Nada...Não Custa Nada!...

Há uns anos atrás, talvez dois ou três, não me lembro bem, recebi via e-mail um vídeo daqueles maravilhosos:  "Abraços Grátis", elaborados em vários países e respectivos idiomas.
Como desconhecia completamente essas iniciativas, adorei e resolvi andar a distribuir o link do dito vídeo pelos blogues de vários amigos/as.
É claro que a maioria já conhecia, aquele, ou outro no género. 
Mas eu não! Deu-me um prazer imenso, distribuir 'aqueles' ABRAÇOS virtualmente.
 
Imaginem a alegria de quem passa na rua e ao ver um/a jovem com um cartaz, se acerca, timidamente, e recebe um abraço de alguém que não conhece, mas que, naquele momento, lhe transmite um pouco de ternura e calor humano.
 
Lembrei-me disso, hoje, ao ver na televisão dois jovens que  criaram a Associação do Abraço Grátis, em Braga.
Após divulgarem, através da sua página no Facebook, essa iniciativa, a adesão foi enorme!
Emocionei-me quando vi, num vídeo feito pelos jovens, a reacção de alguém que disse comovido: "Obrigado, estava mesmo a precisar de um abraço"...
Comovi-me até às lágrimas!... 
Nas minhas andanças, para encontrar um vídeo desses e publicar, encontrei este formato...

 
É bonito, mas...

     ...Não acham que este dos 'Abraços' é mais reconfortante?
      Eu prefiro!

                                                                               

Deixo um grande abraço para todos com votos
 de Bom Fim-de-Semana!!!
 
:)  :)