quarta-feira, 20 de abril de 2011

ENCANTOS & DESENCANTOS!!!





" DESENCANTO"


Eu faço versos como quem chora
De desalento…de desencanto…
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.

Meu verso é sangue. Volúpia ardente…
Tristeza esparsa…remorso vão…
Dói-me nas veias. Amargo e quente
Cai, gota a gota, do coração.

E nestes versos de angústia rouca
Assim dos lábios a vida corre
Deixando um acre sabor na boca.

- Eu faço versos como quem morre.




















Poema de Manoel Bandeira










Que dedico ao meu estimado Amigo Rogério Pereira



do blog "Conversa Avinagrada".











A todos desejo uma Santa e Feliz Páscoa.








Se Deus quiser, voltarei na próxima semana.










---------------------------------------------------------------------------------------------------------------



--------------------------------------------------------------



































22 comentários:

  1. E quem é que nunca teve motivos de pranto...?

    Feliz Páscoa Janita!

    Mil beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Bonito poema!

    Um Boa Páscoa também para si!

    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  3. Estou no seu blog pela primeira vez..
    As suas postagens e poesias são bélissimas.
    DESEJO A VOCÊ E SUA FAILIA UMA FELIZ E ABENÇOADA PÁSCOA.
    BEIJOS EVANIR.
    www.aviagem1.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Janita:
    Um poema desencantado, espero que este estado de alma seja passageiro.
    Que tenhas uma férias bem repousantes e que voltes em força e linda como sempre!
    Uma santa Páscoa para ti também!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito deste poema, Janita! Quero desejar a você uma Boa Páscoa. Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Poema magnífico!
    A Páscoa vem trazendo uma mensagem de paz, esperança e amor. Feliz Páscoa! Beijo

    ResponderEliminar
  7. Oi,Janita. Conheço essa pérola do Bandeira e obrigado por me fazer relembrar. Beijos,garota amiga

    ResponderEliminar
  8. Bonito poema, en la vida hay encantos y desencantos, estas dos variaciones de una misma realidad conforman nuestra propia existencia, lo que hay que procurar es que las situaciones encantadas superen con creces los desencantos que nos encontraremos siempre en el camino de nuestra vida.Un saludo

    ResponderEliminar
  9. Precioso, me gusto conocer este hermoso blog.

    Felices pascuas

    Saludos

    ResponderEliminar
  10. Boa Páscoa também para si!

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  11. É lindíssimo este poema, Janita!

    Beijinho com votos de uma santa e feliz Páscoa.

    Ana Martins

    ResponderEliminar
  12. Santa e Feliz Páscoa para si, Janita! Que esta quadra faça perdurar seus "eEcantos", fechando a porta aos "Desencantos" com que a vida tantas vezes nos surpreende!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Desde una rosa en el desierto, quiero expresar mis más sinceros augurios de felices pascuas.-

    Thony Caro

    ResponderEliminar
  14. Boa Páscoa, para si e para os seus mais próximos!

    POr cá a espero na volta do correio!

    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Desencanos das armas

    Desencantos

    os lusíadas têm 10

    os militares têm só 3 cantos
    contra os cortes marchar marchar


    EXISTEM VALORES COMO A DEFESA DE DIREITOS FUNDAMENTAIS DE TODOS OS MILITARES QUE TERÃO DE SE SOBREPOR A QUESTÕES FINANCEIRAS

    A INSTITUIÇÃO MILITAR REGE-SE POR PRINCÍPIOS QUE ESTÃO PARA ALÉM DO SABOR DO MOMENTO

    ResponderEliminar
  16. Janita: Lindo poema para uma linda homenagem, Uma santa Páscoa.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  17. Janita,
    Não vale apena dar espaço a desencantos.
    A vida é suficientemente bela para perder tempo com essas coisas.
    Por mim, faço sempre o possível por andar encantado (mesmo com certos desencantos).

    Santa Páscoa e para a semana prometo que o sol virá.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  18. Minha querida

    Hoje passando para desejar uma Páscoa Feliz, cheia de amor e paz, junto de quem amas.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  19. Fascinante Poetiza Linda e Amiga:
    "...E nestes versos de angústia rouca
    Assim dos lábios a vida corre
    Deixando um acre sabor na boca.

    - Eu faço versos como quem morre..."

    Um poema de delícia e beleza, mesmo na melancolia do seu ser.
    Parabéns. Adorei.
    É uma excelente poetiza maravilhosa e doce.
    Feliz Páscoa para si e para a sua família.
    Abraço amigo ao seu talento transcendente e notável.
    Com respeito.
    Sempre a admirá-la

    pena

    Linda. Linda. Linda.
    Bem-Haja, preciosa poetiza.
    Fantástica.

    ResponderEliminar
  20. Janita
    Tiveste o desencanto de desaparecer e tens agora o encanto de voltar.
    Cá te espero, já meio dúbio dalgum mal menor que não tivesse notado.
    Linda poesia
    Beijinho

    ResponderEliminar
  21. Que magnifica dedicatória.
    Poema que nos toca e nos deixa uma mensagem que obriga a meditar,

    ResponderEliminar