sábado, 5 de novembro de 2011

ESTA MINHA ALMA CIGANA....


Alma Cigana

Disto nunca eu fiz segredo…
a minha alma é cigana.
Perambula pelo mundo
dança, canta, não engana.
Meu coração português
tem sotaque e alegria
nas margens do Tejo há marés
e fados com nostalgia.

Enquanto ele canta fados
a alma toca castanholas
mas ambos se abraçam contentes
numa moda de viola.

Quem me conhece já sabe
gosto de vermelho forte
nas minhas saias rodadas
que dos dois lados tem cortes…
Para facilitar a dança
nos volteios deslumbrantes
que me tomam nos meus sonhos
nos braços do meu amante.
Assim vou sendo feliz
no meu jeito tão singular
que pouca gente o entende
mas não deixo de os amar…!

Adaptação de um poema da autoria de:
Teresinha  Penhabe
**********************************************************************
************************************************

29 comentários:

  1. Se me não engano
    As Almas Lusas
    de coração Celta
    e sangue Mouro
    gostam do "salero gitano"


    (Janita,
    vou ter uma semana agitada
    e... bastante ocupada)

    ResponderEliminar
  2. Penso eu que todas as almas deveriam ser ciganas, só quando erramos muito é que encontramos algo... tão incerto buscar

    beijos querida janita

    ResponderEliminar
  3. A minha irmã foi vê-los ao Campo Pequeno e adorou.
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Preciosa Amiga:
    Só concebe textos de sonho e de deslumbre.
    Essa alma cigana é linda e pura num Post perfeito e majestoso de beleza e pureza de si.
    Bem-Haja, pela amizade sincera.
    Beijinhos mil de pureza amiga.
    No maior respeit por si e pelo seu talento imenso.
    Sempre a admirá-la pela imensa significação humana maravilhosa.

    pena

    ResponderEliminar
  5. El alma gitana siempre es un alma llena de alegría, llena de buen corazón ,como tú lo demuestras en esta poesía.

    Saludos al son de un fado

    ResponderEliminar
  6. que lindo, Janita, adorei seu post!alegre e apaixonado, adorei! Bom domingo para você

    ResponderEliminar
  7. Janita o que eu quis dizer é que moro ao pé do local das fotos. Apenas isso. Numa terra ali ao pé.
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Minha querida

    Um poema lindo...um fado bem trinado, adorei e deixo um beijinho com carinho, desejando-te um bom Domingo.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  9. Janita
    Tenho pelos ciganos um grande carinho: Na minha infãncia e adolescência convivi muito com eles.Vivia junto a um Pinhalque era frequentemente local de acampamento de Ciganos.
    Dos ciganos verdadeiros não tenho medo. Tenho sim dos Ciganos que não são verdadeiros.
    Um bom Domingo
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Janita

    Alma Cigana é ter Espírito livre.
    Gostei!
    Cantas tudo o que lá vai dentro e isso é muito belo.

    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  11. Um poema alegre, que apetece dançar ao som daquela música escolhida... e dos volteios do vermelho forte do teu vestido!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Janita

    Imaginei conseguir, aqui, o Teu Mail. Não uso este meio para informar, mas como não o consigo, cá vai o esclarecimento da tua dúvida: "Nuestro Juramento bY Julio Jaramilo"
    Agora, sim, na Letra:"La escribiré con sangre, con tinta sangre del corazón."

    Cheguei, vi e esclareci.
    Resto de bom Domingo, ou uma muito boa semana.

    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde amiga Janita.
    Canta e encanta
    Segredos os não tem
    Diz ter alma de cigana
    Saia de dois cortes ficam bem.
    O fado mora à beira do Tejo
    Ele corre o mundo inteiro
    De passagem pelo Alentejo
    Depressa chegou ao estrangeiro.

    Desejo resto de bom domino, para você, amiga Janita,e começo de uma boa semana.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  14. Eu ADORO Paco de Lucia;))))))))))

    Uma boa semana para ti

    ;)

    ResponderEliminar
  15. E a quanto é que vendes as calças de ganga? Beijocas!

    ResponderEliminar
  16. Belíssima adaptação, afinal o tua alma é cigana e o teu sotaque e alegria. Bj

    ResponderEliminar
  17. Olá querida amiga Janita!

    Eu não concordo com muitas coisas que os ciganos fazem, e da maneira como vivem, mas gosto de os ouvir cantar, trazem aquela alegria e aquele saleiro espanhol, antes de terem chegado aqui, devem ter estado muitos anos ali por terras de Espanha, e como eles só falem com a gente para vender alguma coisa, ou para pedir uma moedinha, ainda mantêm o mesmo se-taco de à cem anos atrás

    Se a memória não me engana
    já ouvi músicas tão belas
    pela voz de uma gitana
    que tocava castanholas

    boa semana,
    beijinho,
    José.

    ResponderEliminar
  18. Olá, Janita!

    Feliz combinação tu conseguiste: a alma errante toca castanholas, enquanto o coração dedilha um fado triste.
    E lindo é o poema, de cor vermelho vivo, a falar de dança, de amor, e de amantes.

    Gostei muito; parabéns!

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderEliminar
  19. Também tenho essa alma e tenho-me dado bem com ela, Janita
    Boa semana

    ResponderEliminar
  20. É difícil dizer mais do que os outros amigos aqui deixaram.
    Magnifico.

    ResponderEliminar
  21. Minha Querida Amiga Janita,
    Acredito que este poema seja um seu retrato! É pelo menos a imagem que tenho de si! E ter Alma Cigana é um jeito de viver que me agrada.
    Beijinhos amigos e solidários.

    ResponderEliminar
  22. Um poema livre e vibrante!
    Olé!

    ResponderEliminar
  23. Ainda não te cansaste de rodopiar nesta dança linda?!
    Então talvez seja a altura de te convidar para dançar!!
    ... a menina dança?!

    Muitos beijinhos para ti.

    ResponderEliminar
  24. Janita amiga... OLÉ!!!

    Uma música que nos faz vibrar.
    Alegre e livre. Duas palavras que tanta falta fazem nestes dias cinzentos e tristes em que vivemos.
    Adorei o poema e o vídeo.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Janita,amiga!

    Agora que mencionas o facto, para mim sempre achei que tinhas algo de cigana, não me perguntes porquê...
    Tens salero ... se calhar algumas costelas ???
    Ou então é como diz o Rogério.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. QUE LINDO JANITA!
    belíssimo, o texto, a música.
    a beleza da alma que ganha o mundo e dele faz sua casa, a nostalgia e profundidade da alma portuguesa que se mescla no ardor da alma cigana.

    (sobre o livro, eu perguntei a editora e parece que sim, enviam para Portugal também. mas infelizmente tem o frete, não sei se sairia caro... Te agradeço muito pelo interesse do livro, um projeto que foi tão especial para muitos amigos blogueiros)

    bom dia!

    ResponderEliminar
  27. Lamento Janita, nas como perdi todos os e-mails na minha última avaria no computador, estou a tentar reaver os dos amigos... falta lá o teu.

    Preciso de falar contigo.

    Obrigada

    ResponderEliminar
  28. Hola,Janita si puedes pásate por mi blog, ya tenemos más de 1000 amigos, y lo festejamos. También dedico mi entrada con un vídeo poema para Alma Mateos Taborda.No tengo tiempo para más
    Gracias
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar