segunda-feira, 28 de novembro de 2011

RECORDAR...É VIVER.


Ainda na senda do saudosísmo...quero partilhar com todos os meus amigos /as, que viveram a sua juventude nos anos 60 / 70, esta maravilha que recebi via e-mail, por parte de um bom amigo.

São relíquias eternas, que me transportam a tempos tão longínquos e gratificantes, que por vezes chego  a duvidar que existiram. 

Com o meu carinho para todos os jovens de sessenta...em  especial... e para todas as idades  em geral.
                                                                                                                                                                                  http://sz.com.sapo.pt/Anos_Dourados.html
                                                              
 Imagem da Net

19 comentários:

  1. Olá querida Janita.

    Recordar é fazer uma minha viajem no tempo.
    Andei a saltitar por aquelas que mais me dizem, mas fiquei com o link nos favoritos para ouvir as restantes.
    Algumas destas músicas ainda tenho em vinil.

    Maravilhado com a partilha, deixo um beijo e kandandos de amizade.

    ResponderEliminar
  2. Querida Janita,
    Não tive o przer de viver os anos 60 e 70 mas sou apaixonado pelas canções e filmes da época. Uma época de ouro. Obrigado por nos fazer visitar
    abraços

    ResponderEliminar
  3. Querida amiga,

    passei para desejar-lhe a si uma excelente semana!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Já lá vai, agora a música é outra
    Viver e o passado recordar
    Não é coisa de gente louca
    Mas é bom poder aos outros contar
    Que a nossa juventude foi outra!

    Ainda bem que mudou,
    Mas a coisa está ficando preta
    A culpa é de quem tudo mamou
    A vaquinha já só tem uma teta?

    A erva no prado secou
    A vaquinha não tem leite
    O poder político falhou
    Para temperar a acorda há azeite!

    Minha amiga obrigado
    Pela parte que me toca
    Foi bom se ter lembrado
    Agradeço com uma beijoca!
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  5. Somos o que fizemos, o que gostámos e o que recordamos... Mas... saudades, saudades, só do futuro.

    ResponderEliminar
  6. Amiga Janita:
    Embora já conhecesse o site, confesso que já me tinha esquecido desta preciosidade, vou guardar nos favoritos, porque recordar é viver!
    Obrigada pela partilha!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Olá!
    Eu sou mais anos 70/80!
    Janita, tens algum mail para onde te possa responder? Se quiseres,manda para o meu blogue que eu não publico o comentário.
    :)

    ResponderEliminar
  9. Não resisti a guardá-lo nos Favoritos!
    É uma peça preciosa de um tempo lindo, que me continua a fazer sorrir!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Siempre es un orgullo poder recordar estos grandes éxitos,que hicieron pasar y gozar en aquella época.

    Saludos

    ResponderEliminar
  11. Eu era garoto fins de 60 e depois 70, um rapazinho e me lembro sim co msaudade, lembro de meus irmão e irmãs nos bailes. Eu sempre digo que anos 60 e 70 foram os mais produtivos culturalmente, principalmente na música. Eu gosto muito das canções dessa época. Beijos, querida, amigona Janita.

    ResponderEliminar
  12. Preciosa e Linda Amiga:
    Os anos sessenta. Algo marcou e ficou.
    Tão diferente das gerações actuais.
    Excelente momento de recordar e ficar encantado.
    A música. A postura rebelda na vida. O amor. Os bailes. A ostentação de ser um aluno excelente. A revolta. O inconformismo. Os livros.
    Uma geração que sabia viver. Viver com sensatez, sobriamente e muito lúcida de si.
    Parabéns.
    Belíssimmas recordações para sonhar.
    Beijinhos de pureza amiga. Muitos. Pelo seu ímpar talento.
    Com respeito.
    Sempre a admirar o que concebe com beleza e encanto.
    Agradecido pela sua visita de sonhar e sonhar...! Linda e perfeita.

    pena

    ResponderEliminar
  13. Preciosa e Linda Amiga:
    Os anos sessenta. Algo marcou e ficou.
    Tão diferente das gerações actuais.
    Excelente momento de recordar e ficar encantado.
    A música. A postura rebelda na vida. O amor. Os bailes. A ostentação de ser um aluno excelente. A revolta. O inconformismo. Os livros.
    Uma geração que sabia viver. Viver com sensatez, sobriamente e muito lúcida de si.
    Parabéns.
    Belíssimmas recordações para sonhar.
    Beijinhos de pureza amiga. Muitos. Pelo seu ímpar talento.
    Com respeito.
    Sempre a admirar o que concebe com beleza e encanto.
    Agradecido pela sua visita de sonhar e sonhar...! Linda e perfeita.

    pena

    ResponderEliminar
  14. Anos sessenta? Acho que dei qualquer coisa sobre isso em História... ;) Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Olá querida amiga Janita!
    Obrigada por ter dedicado estas belas musicas, aos jovens desse tempo,o Rafeiro deve ser um jovem mais recente, para ter dado isso em história. Vá lá que o pessoal desse tempo ainda deixou coisas boas na história, era bom que tivesse continuado a ser assim, eu sei que ele é brincalhão, e não perde uma oportunidade.

    Já fazem parte da história
    por serem as mais ouvidas
    e ficarão na nossa memória
    até ao fim das nossas vidas

    Um beijinho grande,
    José.

    ResponderEliminar
  16. Obrigado pela parte que me toca, Janita. Foram bons tempos- agora vistos à distância e esquecendo algumas coisas. Bem, adiante.

    ResponderEliminar
  17. Volto só para dizer que te vou roubar o link. Não para publicar, mas para guardar.
    Beijinho

    ResponderEliminar