janita

janita
Rosas do meu quintal.

Argos.

Argos.
Vista parcial do Rio Douro e da Ponte D. Luís. A foto está pouco nítida por ter sido tirada do interior do Funicular dos Guindais!

Eden

Eden

terça-feira, 27 de Novembro de 2012

"LA GIRALDA" O Café onde nasceu o Tango " LA CUMPARSITA"


Aqui nasceu oTango mais famoso de todos os tempos.

Imagem DAQUI
 


"O café "La Giralda", em Montevideo, Uruguai, ocupa um lugar especial na história do Tango. Foi ali, no ano de 1917 que um jovem Gerardo Matos Rodriguez deu (anonimamente) a partitura de um tango, em 4/8, que  ele havia escrito para a orquestra de Roberto Firpo.

 Gerardo era então um adolescente (17 anos), e um estudante na faculdade de Arquitectura, em Montevideo. Foi modéstia? Timidez? Medo do ridículo? Quem sabe até se ele queria permanecer anónimo? Firpo só sabia que o nome do jovem compositor era Gerardo. Foi só mais tarde que a plena identidade do autor foi conhecida. Ele era jovem, educado e sensível. Também foi um pouco ingénuo. Vendeu  por 20 pesos de seus direitos de autor para a editora Breyer. Depois de algum sucesso moderado a composição foi esquecida. Sete anos mais tarde, em 1924, Gerardo foi viver em Paris e conheceu Francisco Canaro que acabara de chegar com sua orquestra.

 Foi quando ele descobriu que La Cumparsita foi um grande sucesso. Tudo de Buenos Aires estava ouvindo, dançando, e exigindo para comprar o placar para o tango que foi aparentemente ouvido em toda parte, em shows, gravações e transmissões. Pouco depois, La Cumparsita chegou a Paris, onde, sob o domínio completo do rugido 20, as pessoas dançavam, charlestons e quando a multidão pedia um tango, eles dançavam La Cumparsita…

 De Paris, La Cumparsita espalhou-se para os quatro cantos do mundo e, desde então, para sempre, depois de se tornar sinónimo de Tango."
  Alguém se lembra deste Tango? Hummm...creio que muito poucos!
 
 
Agora noutra versão.
 
 
E segundo reza a história deste Tango, esta é a versão portuguesa das inúmeras letras
que foram escritas para a música:
 
La Cumparsita.
 
 
Vem querida,

Vem para mim, porque te quero,

Aumenta o meu prazer, querida,

Pois eu te adoro e te venero,

Eu te amo tanto ó minha vida,

És para mim o que desejo,

Hei de estreitar-te, ao olhar-te,

Darte-ei um grande beijo,

Meu amor te quero tanto,

Com a mais profunda das paixões,

Vamos juntar os nossos corações,

Meu doce encanto,

Vem pra mim, que te desejo,

Vou sufocar-te com um beijo,

Vem, querida vem,

Vem aos braços meus,

Tu és o amor dado por Deus,

Vem amor, que o teu calor,

Aquece minh'alma enternecida,

Se tu és meu desejo,

Também és minha vida !

Vejo que tu és tão linda,

És o amor que não se finda,

Para sempre hei- de querer-te,

Terei sempre o que dizer-te,

Tudo em ti, é tão divino,

És meu amor, meu desatino,

Enfim, eu sinto este prazer,

Até morrer !...

 

««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««« 
 

18 comentários:

  1. Como essa blogosfera está romântica! Acabei de ouvir e ler sobre " O Último Tango em Paris ", e ainda disse que é um marco da música e do cinema. É claro que La Cumparsita é outro grande marco da música. Eu particularmnente, gosto muito de tango, acho sensual, romântico, embora não saiba dançar tango, um casal dançando tango é quase um namoro. Gostei de conhecer a história, gosto de saber essas histórias musicais. Muito bom. Beijos, Janita.

    ResponderEliminar
  2. Janita, ouve isto:

    http://www.youtube.com/watch?v=2gZgfe3bpdo

    ;)))))

    ResponderEliminar
  3. Beijinhos em ritmo de tango.

    (tenho que ir trabalhar agora)

    :((

    ResponderEliminar
  4. Então não lembra, Janita ?! :))) Fartei-me, não só de o ouvir como dançá-lo. Claro que não era com aqueles movimentos das pernas para todos os lados e paragens bruscas, mas dançar agarradinhos ! Estávamos sempre à espera do tango ! Naqueles tempos não havia muitas oportunidades de estar agarrado a uma mocinha ! eheh
    A juventude de hoje é que não aprecia nada o tango ! :))))

    beijinho !
    .

    ResponderEliminar
  5. La cumparsita? Claro que me lembro!
    E nunca te esqueças que para dançar o tango são precisos dois...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Se me lembro! Haverá algum que o tenha esquecido, continuando ele tão actual?
    Belo momento da história.
    Obrigado por me ter dado a conhecer, pois desconhecia os primórdios.

    ResponderEliminar
  7. Hola amiga!

    Maravilhoso!

    Tive o privilégio de ver tão belo tango em terras argentinas.
    Maravilhosa poesia!
    O que se aprende aqui, encanta.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  8. Olá Janita!
    Excelente lembrança a tua! E também por lembrar que, de facto o Tango também é filho de Motevideo, apesar de Buenos Aires ser o seu berço...
    Gosto imenso de Tango Argentino, estes clássicos são um must para dançar. Não sabia que havia uma letra portuguesa para a Cumparsita.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Tango pura paixão e sedução, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  10. Olá, Janita!

    Se aqui o não tivesse lido, teria dito que o tango tinha nascido na Argentina...como muita outra gente.
    É dança bem bonita - e quente, como lá dizem os versos - quando dançada por quem sabe, desde que não exagerem nos gestos,como por vezes acontece...

    Bonita escolha.

    Beijinhos, boa semana.
    Vitor

    ResponderEliminar
  11. Amiga Janita, haverá tanto mais sensual que este ? :)

    E sabes que iniciei aulas de danças de salão :)) qualquer dia danço este tango como deve ser;)

    A letra é demais!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Claro que lembro Janita, são músicas que até faziam encaracolar as unhas dos pés, dancei-a algumas vezes e ficaram bem gravadas na minha memória.
    adorei ouvir, obrigado por este momento Janita

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  13. Cuidado!
    Nisto do tango é tudo esticado ao máximo: os decotes, os gestos, os saltos, as palavras...
    Estes latinos da América exprimem-se fulgurantemente, o resultado é, sob qualquer aspecto, belíssimo.
    Gostei de ler em português La cumparsita.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  14. Gostei desta evocação, Janita, embora este não seja um dos mesu tangos preferidos.
    O tango, porém, nasceu em La Boca como já contei lá no meu Rochedo. Também parece aceite ( mas tal como acontece com o Fado não há unanimidade) que terão sido os emigrantes sul-americanos a levar o tango para Paris e, a partir daí, para a Europa.
    É curioso também que, apesar de ser uma dança atribuída na altura aos povos rudes, tenha sido na residência da embaixada argentina em Paris que se realizaram algumas das mais badaladas noites de tangos e milongas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Gostei mais do poema do que da tanga que é o tango. É muito bonito ver dançar o tango mas como eu não tenho apetência para dançarino, prefiro o poema, bem escaldante por sinal.
    Beijinho minha querida Janita

    ResponderEliminar
  16. "La Cumparsita" estará para o tango, como o "Danúbio Azul" está para a valsa.
    Foi uma surpresa para mim saber que este tango tenha nascido no Uruguai - sempre a aprender.

    ResponderEliminar
  17. Gosto muito de tango e da sua história... Quem diria que a sensualidade do tango nasceu da dança entre dois homens?!? O tango é a dança da paixão, do ciúme e da agressividade.

    Bjis e bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  18. Há quanto tempo não ouvia este tango.
    Como os pares ficavam calientes!!! : )
    Abraço

    ResponderEliminar