janita

janita
Rosas do meu quintal. Foto minha que ofereço à "Capuccino"! :)

Argos.

Argos.
Vista parcial do Rio Douro e da Ponte D. Luís. A foto está pouco nítida por ter sido tirada do interior do Funicular dos Guindais!

Eden

Eden
A minha pequenez face a uma Deusa? Pois...Sou apenas um simples ser humano!

domingo, 10 de Fevereiro de 2013

É CARNAVAL?...SEI LÁ!...




"Sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Cometo erros, sou um pouco fora do controle e às vezes difícil de lidar, mas se você não sabe lidar com o meu pior, então com certeza, você não merece o meu melhor!"

Como no Carnaval nada se leva a mal, vou pela primeira vez
 lançar-lhes um repto. Quem terá dito o que está escrito acima?
 Não é difícil...:)

 

É Carnaval, e Estão as Ruas Cheias

 
É Carnaval, e estão as ruas cheias
De gente que conserva a sensação,
Tenho intenções, pensamento, ideias,
Mas não posso ter máscara nem pão.
 
Esta gente é igual, eu sou diverso
Mesmo entre os poetas não me aceitariam.
Às vezes nem sequer ponho isto em verso
E o que digo, eles nunca assim diriam.
 

Que pouca gente a muita gente aqui!
Estou cansado, com cérebro e cansaço.
Vejo isto, e fico, extremamente aqui
Sozinho com o tempo e com o espaço.
 

Detrás de máscaras nosso ser espreita,
Detrás de bocas um mistério acode
Que meus versos anódinos enjeita.
 

Sou maior ou menor? Com mãos e pés
E boca falo e mexo-me no mundo.
Hoje, que todos são máscaras, és
Um ser máscara-gestos, em tão fundo...
 
 
 
Álvaro de Campos

Para quem quiser sentir um cheirinho mais do Carnaval 2013, veja AQUI

 Para tudo se acabar na quarta-feira.

35 comentários:

  1. Alvaro de Campos é um bacano
    Mascarava-se de Pessoa todo o ano
    Só há uma curiosidade que me roi
    Porquê foi buscar... Marilyn Monroe

    e do poeta, fica o que mais me toca

    "É Carnaval, e estão as ruas cheias
    De gente que conserva a sensação,
    Tenho intenções, pensamento, ideias,
    Mas não posso ter máscara nem pão."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Rogério!

      E porque não quero que nada lhe roa
      Explico porque escolhi Marilyn e não Pessoa
      Ficaria demasiado óbvio…
      E esta Diva em nada destoa.

      A parte do poema que mais o tocou, Rogério, foi a que me fez optar por ele. É tão actual, como se tivesse sido escrito hoje!

      Beijinhos.

      Eliminar
  2. Boa noite amiga Janita
    Estão as ruas cheias
    Cai a neve lá arriba
    Há bonitas e não feias!

    Vai haver lá na serra
    Muita alegria
    Com a neve a cobrir a terra
    No Carnaval muita folia!

    Bom Carnaval para você
    amiga Janita, com saúde
    Paz, amor e muita alegria!

    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelos lindos versos. amigo Eduardo!

      Quanto ao Carnaval, só vou vendo qualquer coisa na TV, e pela tolerância de ponto :)senão nem me apercebia dele!

      Um abraço, Eduardo!

      Eliminar
  3. A figura mais importante do Carnaval ainda continua a ser o Rei? : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina:
      Só se for o Rei Momo!:)
      Nos cortejos carnavalescos, que vejo na TV, o que se vêem com fartura são rainhas, mas pela escassez de roupa, devem ser rainhas sem trono!
      :))

      Eliminar
  4. Minha querida Janita, não te zangues comigo por causa da brincadeira no blogue do Carlos.
    Compreendi muito bem o que tu querias dizer, mas hoje é Carnaval e, eu sou uma abelha folgazã "Flotte Biene"!!!

    Também te desejo um Carnaval com muita alegria e boa disposição.

    DÜSSELDORF HELAU!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, querida Ematejoca, como poderia zangar-me contigo se te entendo tão bem?

      Diverte-te! Tenho que ir espreitar o teu blog para ver se tens lá alguma foto tua, mascarada de Abelha.:)

      Já nem o meu neto se quer mascarar, vê lá tu!
      Isto já nada é o que era. Oh, tristeza de vida!

      Bom Carnaval, Teresa. Aproveita tu!

      Abraço.



      Eliminar
  5. É Carnaval? Já não me lembro de tal, eu que sou um brincalhão inveterado!
    Pessoa também não era nada brincalhão!
    Beijinhos minha querida Janita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já somos dois, Kim!
      A única coisa que me restou do Carnaval é não trabalhar na terça-feira e fazer ponte na segunda, e olha lá!!

      Mas sabes que aproveitava estes dias para ir para a Charneca e agora nem isso me apetece?
      Esperemos melhores dias, embora a crença seja quase nula.
      Beijinho querido Kim!

      PS.Já copiei aquela foto tua!:)

      Eliminar
  6. Parece que este ano toda a gente leva a mal ! :)) ... sem máscara e sem pão ! ... e até sem uma definição sobre o trabalhar ou não :(( ... mas será por pouco tempo mais ! :))
    Teria sido ao John que ela disse aquilo ? ...

    beijinho ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui da Bica
      Nesta coisa dos enigmas ainda tenho muito pão que comer até aprender contigo, amigo Rui!:))
      Foi logo desvendado à primeira e sem dicas...eheh
      Tudo leva a crer que foi ao Mister President, que a Marilyn disse aquilo, pois! Só que ele deve ter feito orelhas moucas...no que respeitou ao melhor dela! :))

      Beijinhos, Rui!:)

      Eliminar
  7. Olá, Janita!

    A personagem mistério já está descoberta
    e sendo ela quem é não deixa de ser uma "grande surpresa"
    já que não era exactamente conhecida pelo seu intelecto
    o que possivelmente era um grande injustiça-talvez porque fosse loura...

    E quanto ao Carnaval,quem dele gostar que se divirta - que só faz bem!

    Boa semana
    Beijinhos amigos
    Vitort

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vitor.

      Pois foi, Vitor! Aquilo foi tiro e queda!
      Também acho que o facto da Marilyn ter ficado com essa fama de fútil e pouco inteligente, se deveu muito às personagens que lhe deram no Cinema, sabes?
      Ela foi uma mulher profundamente infeliz, carente e que se apaixonava facilmente, na ânsia de ser feliz. Por isso foi usada, como uma boneca de luxo. Esta é a minha ideia, depois de ter lido um livro sobre a sua vida.

      Quanto ao Carnaval, concordo também contigo, Vitor! Quem gostar, puder e tiver "sangue na guelra", pois que se divirta!!

      Beijinhos com amizade, Vitor.

      Eliminar
  8. É bom podermos escrever o que nos apetece, quando nos apetece. É uma experiência energizante.
    Eu precavenho-me para o pior. A partir daí tudo pode ser melhor. Portanto conte sempre comigo. Eu estou consigo. Vamos conseguir... melhores dias?
    Como é Carnaval, ninguém leva a mal.
    Bj amigo,
    J

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Amigo Jorge!
      Uma das coisas boas de se ter um blog, é podermos vir para aqui dizer o que nos der na telha...logo que saibamos respeitar as opiniões contrárias à nossa e não ofendermos ninguém.
      Fico contente em saber que o Jorge está comigo...:)vamos pois acreditar em melhores dias, já que não há mal que sempre dure, não é, meu Amigo?
      Se levarem a mal, olhe...temos pena!:))

      Beijinho, Amigo Jorge.
      Grata pela companhia.

      Eliminar
  9. Amiga Janita, a resposta ao teu repto já está dada, será que escolheste esta frase porque te identificas com ela ? :)
    Quanto a Fernando Pessoa, já sabes o quanto gosto dele.

    Que pouca gente a muita gente aqui!
    Estou cansado, com cérebro e cansaço.
    Vejo isto, e fico, extremamente aqui
    Sozinho com o tempo e com o espaço.

    Cansei-me do Carnaval! :)

    beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Fê.
      Não posso dizer que me identifique, totalmente, com a frase da Norma Jean, mas com algumas coisas, sem dúvida que sim.
      Egoísta, sei que não sou, mas não tenho muita paciência para certas incongruências e “frescuras” como dizem os brasileiros. Sou muito impulsiva, pelo que é natural que cometa alguns erros, mas tenho a humildade para os reconhecer e corrigir, se isso for possível. Não me considero uma pessoa difícil de se lidar, mas não sou nada do tipo “maria-vai-com-as-outras”. Então, aí sim, já me identifico com o resto da frase da Marilyn…

      Como a resposta já vai longa, por aqui me fico, amiga Fê.:)

      Beijinhos e bom resto de semana.

      Eliminar
  10. Janita faz tempo que deixei de dar qualquer importância ao carnaval, antes ainda dava uns tatinhos aos meus netos, presentemente tomara eu conseguir dar de comida a eles e à mãe minha filhota, este ano não esqueci o carnaval porque meu coraçãozito está apertadinho, os meus dois netinhos mais velhos de quase 16 e 11 anitos (fazem-nos em Mio) fazem parte da banda dos Tocándar e foram o fim de semana até amanha actuar para Gouveia e Guarda, onde está mau tempo, enquanto eu não os tiver cá, esta bolinha no neu peito não sossega.
    Bom feriado

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, Flor:
      Esta quadra a mim também já não me diz nada. Quando o meu neto(o que mora aqui) era mais pequeno e participava nas festas de Carnaval do Colégio Júlio Dinis, ainda havia algum indício dessa alegria, na escolha do disfarce e nas passeatas. Agora...está bem, está...Embora, ainda frequente o mesmo estabelecimento de ensino, com 13 anos já não quer saber de Zorros nem de Piratas!! Como para estes lados não fazem cortejos carnavalescos, fica-se em casa no quentinho.:)

      Espero que tenha corrido tudo bem com a actuação dos teus netinhos músicos na Banda TOCÁNDAR ( o nome é bem sugestivo) e que o regresso tenha decorrido - ou decorra - sem problemas. Coração de avó e mãe é assim, amiga. Sofre por antecipação!

      Beijinhos e bom feriado, Adélia.

      Eliminar
  11. Rectifico! Queria dizer "fatinhos" e "Maio", mas comoé carnaval nada parece mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu percebi, minha querida!
      Mesmo que não fosse Carnaval,
      também não parecia mal.:))

      Eliminar
  12. El carnaval de sueños e ilusiones dejandote de preocuar y tratando de los problemas olvidar y sólo de esos dias gozar y disfrutar.

    Saludos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo José:
      Esa es la intención del Carnaval, aunque no siempre sucede así.
      Se pueden olvidar los problemas por unos dias o horas, pero no hay sueños ni ilusiones que los hagan terminar, solo el tiempo...

      Um abrazo amigo, José.

      Eliminar
  13. Eu sei quem disse o que está escrito em cima. Foste tu, Janita. ;)

    Cá para mim é Carnaval o ano todo em que as pessoas se mascaram de pessoas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tá bem, Zé, se o dizes com tanta convicção, quem sou eu para dizer que não?:))))

      E cá para mim o Carnaval é o início da farsa que vem a seguir, ou seja, essa coisa de jejuar às sextas-feiras!
      Então mão comer carne é que é jejuar? E quem pagar a bula ( burla) já pode?
      Bem fazes tu que és vegetariano. lol

      Eliminar
    2. Eu nem acredito nos meus olhos. Chamares farsa a costumes da igreja católica. Isso serão influências Trouxianas? lol

      Eliminar
    3. :))

      Já te disse muitas vezes, Zé. Eu sou crente à minha maneira e discordo em muito de quase tudo o que se passa dentro da Igreja Católica, do luxo e dos meandros duvidosos do Vaticano, então nem é bom falar....
      Como pensei sempre assim, não são influências Trouxianas...sorry!:))

      Eliminar
    4. Tenho sempre esperança de conseguir persuadir a s pessoas a deixarem a religião. É uma das minhas fantasias... ;)

      Eliminar
  14. Não sei de quem é a dica, mas gostei muito do poema de Pessoa!
    Não conhecia. Obrigada pela partilha!

    ***
    Um abraço desde a França****

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço a visita, Mildred!
      Terei muito gosto em conhecer o seu blog, também.
      Este poema é de um dos heterónimos de Pessoa, com uma faceta um pouco diferente dos restantes.

      Um abraço desde o Porto até algures desse belo país.:)

      Eliminar
  15. Por acaso sabia que tinha sido essa mulher, que passou ao lado da vida.
    Mas a frase é bastante marcante e, com um significado, que entra e fica cá dentro.
    Isto vem provar que, se pode ser loira e saber o que se diz!
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Manuel.
      Partir na flor da vida é deixar que ela lhe tenha passado ao lado. As luzes da ribalta nem sempre trazem a felicidade esperada.
      É evidente -eu acredito - que aquele arzinho pateticamente estúpido fazia parte da encenação. A inteligência era o que menos interessava aos homens daquele tempo.
      Um abraço, Manuel.

      Eliminar
  16. Que bom passar o Carnaval aqui onde estou, porque é completamente ignorado e assim evita-me pensar nele, pois é algo que nada me diz.
    quando era novito, achava muita piada, agora, rigorosamente nada.
    Gosto de me divertir quando bem me apetece e não porque o calendário assim o recomenda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso o mesmo, João!
      Quando era menina e moça bem que gostava dos bailaricos, mas a idade leva umas coisas e traz outras! Umas melhores e outras piores...
      Boa viagem, João!

      Beijinhos.

      Eliminar