quarta-feira, 15 de maio de 2013

Saudades de Mim.




                         EU QUERIA !

    queria voltar ao passado

   queria voltar a ser criança

   queria voltar a ter todos os meus amigos de infância
 

Ficou lindo demais! - Recados e Imagens para
orkut, facebook, tumblr e hi5
                       

    queria voltar para a escola primária

   queria voltar a acreditar nas pessoas

    queria voltar a passar o dia sempre com um sorriso no rosto

   queria voltar a sonhar

  queria voltar a acreditar que os sonhos são possíveis de concretizar

 

                                 queria .... não ter saudades de mim…
 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

38 comentários:

  1. Estava encantada a ver as imagens e a mensagem lindas do vídeo, quando quase no finalzinho aparecem umas que não entendi e não gostei muito :(

    Também queria isso tudo de novo Janita...também tenho saudades de mim :( :)

    Beijinho :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Maria, cada um sente saudades dos tempos em que foi mais feliz e acreditava num futuro risonho, não é?

      Beijinho, Maria!:)

      Eliminar
  2. Querida Janita

    No computador que estou a escrever isto não consigo ver o vídeo.

    Em relação ao que escreveste, acho que podes ter tudo isso, porque tudo isso está em ti. Só tens de acreditar...em ti. Eu sei que sim :))

    E nunca devemos ter saudades de nós. Devemos sorrir para o que fomos...e somos.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E voltei...:)

      Agora já em casa, já consegui ver o vídeo. E não é que aquela minha "inimiga" dali de cima desta vez tem ...razão? Tem mesmo....

      Janita, lembra-te sempre - " A amizade é um amor que nunca morre":))

      Beijinho
      (Já levaste dois viste)

      Eliminar
    2. Óh senhor JP, por um acaso a "inimiga" lá de cima sou eu???

      Se sou saiba o senhor que eu tenho sempre razão, nunca me engano e raramente tenho dúvidas...se não sou peço desculpa e retiro o que disse :p

      Beijinho aos dois :))

      Eliminar
    3. Querido JP.

      Se sentimos saudades das pessoas de quem gostamos e estão distantes, porque motivo não podemos sentir saudade de nós, daquilo que um dia fomos e das coisas em que acreditámos?

      E voltaste muito bem e em boa hora!:)

      "A amizade é um amor que nunca morre"?...

      Já não tenho tanta certeza disso, JP...Já tive essa frase - que dizem ter sido escrita por Pessoa - junto ao meu nenúfar e quando fiquei na dúvida, removi-a!
      Sou uma pessoa cheia de dúvidas, sabias?

      Beijinho, beijinho. Assim levas dois também:)))


      Oh, Maria,

      Vês mais alguém acima do JP, sem seres tu? Ehehehe
      Mas não ligues, essas coisas que ele diz são só da boca pra fora e para te/nos espicaçar.:))

      Beijinho.

      Eliminar
    4. Pois é Janita, acho que eu e tu saimos na rifa do JP...

      São só da boca para fora? Olha que bom, e eu a pensar que era a sério :p

      Vamos vingar-nos??? eheheh

      Beijinho :)))

      Eliminar
    5. Saíram na rifa? Ai é....deixa estar que mesmo passando ao lado viro a cabeça para o rio...eheheh

      Olha que uma destas? E depois não querem que amue:)

      Beijinhos para as duas terríveis
      (A janita foi mais simpática desta vez....:))))

      Eliminar

  3. Deixaste-me com uma lagrimita no canto do olho, sabias?

    Não tenhas saudades... porque bem sabes que é no presente que podemos ser felizes sugando a vida até ao tutano!
    Carpe Diem Amiga!


    Nota muito importante:
    O teu post de hoje veio mesmo a calhar para o tema que tive de fotografar para hoje...
    Espreita aqui: http://jardinsdeafrodite.blogspot.pt/2013/05/day-fifteen-may.html


    Beijinhos com amor
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AFRODITE.

      Claro que o presente é que conta! O passado não volta nem tem como ser alterado e o futuro é uma incógnita.
      Nunca olhaste para trás e viste situações e pessoas que te amaram e de quem hoje sentes a falta? Então...é mesma coisa!

      Já segui o link e comentei.:)

      Beijinhos.:)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Nem sempre, Ricardo, nem sempre!

      Beijinho.

      Eliminar
  5. Ter saudades da nossa meninice é bom, quer dizer que foi vivida de uma maneira saudável, mas temos que acreditar que esses momentos vão ser seguidos por outros também muito felizes...ou não?...
    beijo amiga gostei muito
    anacosta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi muito bom, ter tido uma infância feliz, Ana.

      É justamente desse tempos que foram e não voltam, que eu sinto saudades. Seguidos por outros igualmente felizes?
      Não, de modo algum!

      Beijinhos.

      Eliminar
  6. Há sempre uma luz

    no outro lado do cais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mar Arável,

      Mas, em pleno breu, para lá chegarmos precisamos de um farol.

      Beijinho.

      Eliminar

  7. É ao olharmos para trás, Janita, que, muitas vezes, arranjamos forças para prosseguirmos a sorrir, mesmo quando escondemos as lágrimas.

    Quem não tem saudade de si próprio? Eu tenho!

    Obrigada por estar ao meu lado, lá no meu "aqui" cheio de interrogações.

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá isso é verdade, Laura. Quem já foi feliz deve olhar para trás e arranjar forças para seguir em frente, neste caminho de escolhos.
      Eu não costumo esconder as lágrimas. Chorar nas horas de maior desalento, lava-me a alma dá-me novas energias.
      O agradecimento, neste caso é igualmente retribuído. Interrogações, quem as não tem? As certezas não existem, neste mundo em constante mutação.

      Beijo.

      Eliminar
  8. Do que tenho realmente saudade não é de mim, mas daquela ingenuidade de acreditar que quase todas as pessoas se regiam por princípios de amor, bondade, honestidade e justiça, pois o mundo parecia mais prometedor e o futuro radioso... :)

    Mas no dia em que "cai a ficha" essa ingenuidade perde-se para sempre! OK, continua a haver muita gente boa, mas a maldade e a ganância de alguns acaba por tornar este mundo num lugar perigoso para se viver...

    Gosto da música! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Teté! É dessa parte da minha vida e da pessoa que um dia fui, que sinto saudades, e a parte mais feliz da minha vida foi a infância e pré-adolescência.
      Houve outros momentos bons, claro, mas actualmente pouco ou quase nada tem faz grande sentido para mim. De tal maneira, que fiz deste convívio virtual uma das minhas maiores alegrias. Embora todos saibamos que este é um mundo igual ao que existe cá fora, onde há coisas boas e más!

      Beijos.

      Eliminar
  9. Como te compreendo minha amiga.
    Mas o tempo não anda para trás, e temos que guardar todas as nossas forças para o futuro que não vai ser fácil.
    Do que mais tenho saudades é da ingenuidade do acreditar!

    beijinho comovido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que me compreendes, amiga Fê!

      O tempo não volta para trás e para algumas coisas ainda bem. Detestaria voltar a passar por situações que já vivi. Livra!

      Sabes que apesar dos pesares eu ainda acredito em gente boa e de carácter? Mal da humanidade se fossemos generalizar e medir todos pela mesma bitola.

      Beijinhos amigos.

      Eliminar
  10. Já não digo ser criança, mas sinto saudades de mim Janita, acredita querida, ainda à pouco o tema de conversa com o meu "folha seca" foram essas as nossas palavras, acabando num forte abraço, a nós dois resta-nos isso, companheirismo, cumplicidade e muito amor.
    Gostei imenso do video, belissimas imagens, mas no final houve ali umas que não gostei.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico tão contente por vós, Flor!

      Por maiores que sejam as vicissitudes da vida, quando duas pessoas se amam e mantêm um relacionamento de companheirismo e cumplicidade, juntam as forças e não há obstáculos que não consigam transpor.
      Sei que a tua infância não foi muito feliz Asélia, mas graças a Deus a vida compensou-te.

      Beijinhos para ti e para o teu "Folha Seca".:)

      Eliminar
  11. Também queria!
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era bom, não era, Gábi?

      Mas só temos uma vida para viver...o que é uma pena!:)

      Um beijinho.

      Eliminar
  12. É curioso, eu não tenho saudades nenhumas dos tempo passado.
    Sou muito mais feliz agora.
    Sem sombra de dúvida.
    Beijinhos e votos de bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pedro,

      Idem idem... aspas aspas :)

      Eliminar
    2. Se o Pedro é muito mais feliz agora, como poderia ter saudades d'outros tempos?
      Que essa felicidade seja duradoura, até ao fim dos seus dias, meu amigo! Sinceramente!

      Beijinhos e bom fim-de-semana, já que amanhã é dia de celebrar o Buda aí em Macau!
      ---------------------------------------

      Idem, idem...aspas, aspas, para ti também querida Afrodite.

      Refiro-me à felicidade, claro!:)))

      Beijinho!:)

      Eliminar
  13. Queria que o Benfica tivesse ganho

    mas a águia limitou-se a voar mais alto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu, Puma, também eu!

      e o céu é o limite...:)

      Abraço.

      Eliminar
  14. Olá! Amei seu poema! Se eu pudesse também voltava ao tempo, a saudade ás vezes aperta no peito... Vontade de voltar a ser criança.
    Beijos Janita!

    Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Fernanda! Seja muito bem-vinda!
      Seria tão bom voltarmos atrás no tempo, mas só àquele em que fomos felizes, não seria?
      A vida tem coisas muito curiosas. Quando somos adolescentes queremos ser crescidas, adultas, para fazermos tudo o que gostaríamos. Depois, passam os anos, vêm as preocupações e por vezes a doença e acabamos querendo ser de novo crianças cheias de ilusão e despreocupadas.
      Quem andou já não tem o mesmo caminho para andar, porque na vida ele é irreversível, vai daí, o melhor mesmo é recordar sem dramas o tempo bom e tentar aproveitar ao máximo o presente.
      O lado bom de falarmos naquilo que nos oprime é que acabamos por exorcizar certos fantasmas. É assim que me senti agora.

      Obrigada a todos e a ti especialmente, Fernanda. Volta sempre!

      Beijinhos!

      Eliminar
  15. Olá, Janita!

    Mais uma vez atrasado, mas também não admira; acertar o passo pelo teu não é assim tão fácil como possa parecer...

    Mas já que aqui cheguei, sempre digo o que tenho para dizer:
    Primeiro, que o tema saudade é coisa séria, bem mais do que aquilo que parece.Depois, que nem todos terão saudades do passado; e que outros, talvez muitos,que as tendo, também não as confessam - porque terão sabor a "perder"...

    Vida é caminhada de sentido único, e nem sempre o caminho seguido nos leva ao sítio certo; constatação por vezes tardia, que nos leva a ter saudade de tempos em que nem sequer admitíamos ou pensávamos que tal nos pudesse acontecer...

    És desinibida e corajosa ao aqui trazer estes teus pensamentos íntimos.Felicito-te por isso, e oxalá que o "desabafo" ajude.

    Beijinhos amigos, bom fim de semana; fica bem.
    Vitor

    ResponderEliminar
  16. Olá Vitor!

    Nunca chegas atrasado para dizeres o que pensas.
    E já sabes o quanto prezo a tua opinião. Desinibida serei q.b. e corajosa, penso que nunca me acobardei em exprimir o que sinto, no entanto, convém não nos expormos demasiado! Talvez seja esse o motivo que leva muita gente a não falar sobre assuntos que consideram ser uma fraqueza ou demasiado intimistas.
    Acredito que entendas o que quero dizer, assim como entendi o que disseste.

    Beijinhos amigos para ti e o desejo que desfrutes de um bom fim de semana. De preferência sem chuva!:)

    ResponderEliminar
  17. A felicidade das crianças é uma dádiva irrepetível, e é natural que deixe saudades!
    Mas olha que tu, Janita, pareces andar com um "sorriso no rosto"...Pelo menos, escreves com um sorriso no rosto! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Vou fazendo por sorrir à vida,sem azedumes nem demasiado negativismo, Lou! Mas já tive a minha quota parte de amarguras e grandes dissabores. Felizmente e como se costuma dizer, o que não nos mata, fortalece-nos!
    Gosto de dar e receber sorrisos (carinho). Aqui, neste mundo virtual, tenho recebido gratas compensações de algumas agruras reais!

    Beijinhos, Lou!
    :-)

    ResponderEliminar
  19. Quem não tem saudades da infância?
    Tempos sem preocupações...que bom.

    ResponderEliminar