quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Todos Diferentes - Todos Iguais!





Assinala-se hoje o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

Gostaria de lembrar que ser deficiente é diferente de ser incapaz.

Não confundam!

 
Atenção senhores autarcas, tenham em consideração que os passeios devem  estar em boas condições para quem se deslocar em cadeira de rodas o possa fazer sem ter de contornar buracos. Os acessos a entradas públicas devem ter as rampas devidamente preparadas, para que todos possam aceder aos espaços a que têm direito.

Como cantam, pai e filha: Ser Diferente é Normal!


( Como passei o vídeo directamente do Youtube para o blog, não consigo aumentar o tamanho da letra do texto. Se alguém souber como se faz, agradeço a informação. Obrigada! )



 
################################################################

20 comentários:

  1. Olá Janita
    Mais uma passagem sem deixar rasto.
    Mas deixo um beijinho e digo-lhe que vou surripiar o post.

    Beijinho
    Rodrigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Rodrigo!

      Falar da minha alegria de o ver por aqui já será repetir-me, mas é a mais pura verdade!

      Surripie à vontade! Estamos cá para partilharmos uns com os outros aquilo que mais no toca!

      Um grande beijinho e o meu muito obrigada!

      Eliminar
  2. Sendo hoje, também, o Dia dos Direitos Humanos, vem mesmo a calhar.
    Que tal substituir 'deficiente' por diferente?

    Beijitos, Janita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Observador!

      Há tantos dias a lembrar ao mundo, que agora já se comemoram aos pares. Benza-nos Deus!!

      Não há que recear a palavra 'deficiência'! Há sim, que tentar refrear essa tendência de ser preconceituosos na maneira de ver quem é deficiente.
      A maior e mais prejudicial deficiência está na mentalidade cruel e retrógrada de certas pessoas, acredita, António!

      Beijitos alentejanitos! :)

      Eliminar
  3. Todos diferentes

    nas deficiências

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Puma!

      Todos temos uma!

      Abraço!

      Eliminar
  4. Sou autarca
    Mas minha força é fraca
    Somos diferentes
    Mas só a diferença não chega
    pois os iguais
    são mais iguais

    (Gil & Gil? Boa!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, Rogério!

      O seu pelouro dentro da Câmara de Oeiras é dos mais importantes!
      Não se pode é pôr á janela a ver quem passa, tem de sair à Praça!

      Nada nem ninguém é igual, meu amigo, pense nisso e saiba lidar com isso!

      Não conhecia a filha do Gilberto Gil? Lá está, sai pouco à rua!

      :-)
      Um abraço!

      Eliminar
  5. Uns mais diferentes que outros...infelizmente!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a diferença que nos enriquece, Rosinha!

      Não podemos nem devemos ser todos iguais, sob pena da vida ser de uma apatia tremenda! É na descoberta do se esconde por dentro da alma do outro que reside a maravilha de viver e conhecermo-nos por inteiro.

      Grande abraço amigo!

      Eliminar
  6. Janita
    Já agora, o tamanho das letras resolve-se visualizando o vídeo em modo de ecrâ inteiro.
    Beijinho
    Rodrigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela atenção, Rodrigo!

      Da próxima vez vou seguir o seu conselho.

      Beijinho agradecido!

      Eliminar
  7. Olá,Janita!

    Bonita canção; a um só tempo, um apelo à tolerância e também à consciência social.Que sempre tende a ser esquecida por parte de quem governa em tempo de vacas magras, chegado o momento de definir prioridades. Como infelizmente acontece por cá...

    beijinhos amigos
    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Vitor!

      É uma ternura ver como pai e filha nos passam seta deliciosa mensagem através desta bonita canção!

      O que é que tem o aspecto exterior de cada um? Seja a cor da pele, gordo ou magro, oriental ou ocidental?

      É como tão bem dizes, um apelo à consciência social. Um abrir os olhos à ignorância arrogante dos preconceitos.
      Como não há duas pessoas iguais, "Ser Diferente é tão Normal"!!

      Beijinhos e a minha amizade!

      Janita

      Eliminar
  8. Tenho uma irmão deficiente profunda, Janita.
    Uma criança de 46 anos.
    Não são só as barreiras físicas que dificultam a vida dos deficientes.
    No caso da minha irmã as barreiras físicas são o menos importante.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Eu sei, Pedro!

    As barreiras físicas não são os obstáculos que mais dificultam a vida de quem sofre de deficiência motora ou outra. Essas podem facilmente ser removidas.

    A barreira maior que acaba por fazer com eles se isolem, são os preconceitos e a falta de sensibilidade desta sociedade que teima em ajuizar os outros pela 'perfeição' física!
    Que pena tenho de quem pensa assim! Tão grande como grande é a minha admiração por todos os que sabem aceitar a sua 'deficiência' e mostram que possuem muito mais inteligência e grandeza de carácter do que aqueles que se julgam "normais"!

    Beijinhos, Pedro!

    ResponderEliminar
  10. Boa noite, Argos.

    Há tantos porques, mas tantos, que eu não sei responder os porquês!

    Na tua última pergunta, talvez seja por pensarem que a pessoa não entende o que dizem, então dirigem-se ao acompanhante para falar da pessoa em questão...será?
    Sinceramente não sei responder. Sabes que nem vale a pena questionar?

    É a vida...e como tu dizes, a vida somos nós! O resto? Não interessa!

    Beijinhos e abraço grande.

    ResponderEliminar
  11. Argos,

    Estou desolada e completamente desorientada!

    Aconteceu uma coisa horrível, meu amigo!

    Quando respondi ao teu comentário, ele apareceu triplicado.

    Como copio sempre para os não perder, voltei a publicar. igual ao que está em cima.
    Como tinhas pagado também um, eu fui eliminar o teu e o meu. Sinceramente, não sei o que se passou nem consigo encontrar explicação..

    Em vez de eliminar dois eliminei quatro!! Não sabes como me sinto mal, Argos!
    O meu como ainda estava copiado voltei a publicar, mas não sei como recuperar o teu. Lamento tanto!

    Desculpa, desculpa, desculpa!
    E agora?

    Beijinhos e mil desculpas :(

    ResponderEliminar
  12. Não te preocupes, era um comentário, somente isso.
    Mas tinha alma, sabes? Não costumo comentar porque sim. Principalmente temas destes, mas como tu dizes em cima, nem vale a pena questionar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que o teu comentário tinha lá um pouco da tua alma, Argos! Eu li-o!
      Quando digo que nem vale a pena questionar, refiro-me a questionarmos o porquê das atitudes das pessoas, entendes?

      Nunca se consegue agradar a todos, pelo que temos de ser genuínos, se gostam ou não o problema não é nosso, é deles!

      Acho que já não há nada que se possa fazer em relação ao teu comentário e, podes ter a certeza, Argos, se tu estás triste eu estou destroçada.
      Ferir um amigo, mesmo involuntariamente, é algo que faz doer muito.

      Beijinhos e obrigada!

      Eliminar