sexta-feira, 6 de março de 2015

FALANDO DE TI.




Falo de ti às pedras das estradas, 
E ao sol que é louro como o teu olhar, 
Falo ao rio, que desdobra a faiscar, 
Vestidos de princesas e de fadas.
 
 
 




Falo às gaivotas de asas desdobradas, 
Lembrando lenços brancos a acenar, 
E aos mastros que apunhalam o luar 
Na solidão das noites consteladas.
 
 
 




Digo os anseios, os sonhos, os desejos 
Donde a tua alma, tonta de vitória, 
Levanta ao céu a torre dos meus beijos! 
 
 
 
E os meus gritos de amor, cruzando o espaço, 
Sobre os brocados fúlgidos da glória, 
São astros que me tombam do regaço! 


Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas" 
 
 
Imagens da Net
*****************************************************

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Bom Domingo, Hugo!

      Beijinhos e obrigada

      Eliminar
  2. Amiga Janita, uma linda mensagem romântica e alentejana :D

    Uma poetisa alentejana que muito admiro também.

    beijinho alentejano e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Fê, abraços e um beijinho mesclado de sul / norte e centro!

      Bom Domingo, amiga

      Eliminar
  3. ´Bêlêza' (para ser lido com sotaque carioca :-)
    Beijitos, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carioca do Rio (Janeiro?)

      Já estamos em Março, António!

      Beijinhos em beleza e bom domingo.

      Eliminar
  4. Lindo, gostei muito! Acompanham-te as saudades da tua terra natal.

    Bom fim de semana Janita.

    Beijinhos, muitos, não são alentejanos, mas são com muito carinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre, Adélia! As saudades já fazem parte de mim!

      beijinhos e braços, amiga e bom Domingo.

      Eliminar
  5. Gostei.
    Muito.

    Abraço grande e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Argos!

      Fico muito feliz quando gostas dos poemas que escolho! ...:-)

      Beijinhos e bom Domingo.

      Eliminar
  6. A poesia não serve para salvar o mundo

    só para ajudar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A poesia pode ser uma arma muito forte, se usada na direcção certa, Puma!

      Beijo

      Eliminar
  7. Respostas
    1. E minha prima, Rogério!
      Espiritual e conterrânea.

      Abraço

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Janita, estava a preparar o texto e saiu sem acabar...
    então eu dizia ou escrevia que a Florbela é espetacular! adoro os seus poemas...
    e tenho de colocar mais no meu blogue
    desejo-te um feliz fim de semana,
    abracinhos
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Angela.

      Faz isso! Florbela Espanca- considerada a poetisa dos excessos - merece que os seus sonetos sejam traduzidos para a Língua francófona!

      Feliz Domingo, Beijinho.

      Eliminar
  10. Olá, Janita!

    Contra ventos e marés, sempre à procura do sonho por realizar...e irremediavelmente igual a si mesma até final.

    Beijinhos amigos e bom Domingo
    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vitor.

      Há sempre um sonho por realizar, sejam os de Florbela ou de qualquer outra mulher contemporânea e anónima!
      Mulher sofrida, mas que nos legou uma obra poética muito bela.

      Beijinhos muito amigos.

      O meu agradecimento e o desejo de bom Domingo, meu amigo.

      Eliminar