quinta-feira, 10 de março de 2016

De Repente...


...deu-me vontade de um abraço...


Uma vontade de entrelaço,Adicionar imagem
de proximidade, de amizade... sei lá...

Talvez um aconchego que enfatize a vida
e amenize as dores...
Que fale sobre os amores,
que seja teimoso e,
ao mesmo tempo, forte.

Deu vontade de poder rever,
A saudade de um abraço.
Um abraço que eternize o tempo
e preencha todo espaço
mas que faça lembrar do carinho,
que surge devagarzinho
da magia da união dos corpos,
das auras... sei lá...

Lembrar do calor das mãos,
acariciando as costas,
a dizer: "estou aqui."
Lembrar do trançar
dos braços envolventes
e seguros afirmando:
"estou com você"...


Lembrar da transfusão de forças
com a suavidade do momento...
sei lá...abraço...abraço...abraço...
abraço... abraço...abraço...
abraço..abraço...abraço...

O que importa é a magia deste abraço!
A fusão de energia que harmoniza,
integra tudo, e que se traduz
no cosmo, no tempo e no espaço.

Só sei que agora
deu vontade desse abraço
Que afaste toda e qualquer angústia.
Que desperte a lágrima da alegria,
e acalme o coração
Que traduza a amizade,
o amor e a emoção...

E, para um abraço assim,
só pude pensar em você...
nessa sua energia,

nessa sua sensibilidade,
que sabe entender o porquê...
da vontade desse abraço...



(Poema de Vinícius de Moraes)






24 comentários:

  1. Não conhecia, mas gostei muito.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. "Aquele abraço""...quem é que não gosta de um abraço bem sentido?
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alô, Papoila! "Aquele Abraço" :)

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Tudo que a gente sofre
    Num abraço se dissolve
    Tudo que se espera ou sonha
    Num abraço a gente encontra

    Estes versos são de "Jota Quest"; são parte de um poema que podes ler aqui:
    http://www.vagalume.com.br/jota-quest/dentro-de-um-abraco.html

    Um abraço é mais do que um beijo, ou dois, ou mais...
    Um abraço é ter-te em mim. Um abraço e dizer-te o quanto te quero, te estimo, te amo (em todas as suas nuances), quanto sou teu amigo, quanta falta me fazes, a saudade que tivemos de nós, a vontade de sermos nós.
    Um abraço nunca deve ser um cumprimento banal, de circunstância. Esse tipo de abraço não conta!
    Na falta de um abraço uma beijoka abraçada a sorrisos ;))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Kok!
      Por um momento, fizeste-me esquecer tudo e sentir-me feliz.
      A canção é muito bonita, não conhecia.

      O melhor lugar do mundo é mesmo dentro de um abraço.
      Recebe-o com carinho e amizade, dentro de muitos sorrisos, que tu mereces!

      Beijokas, também! :))

      Eliminar
    2. NÓS merecemos! Este é que é: NÓS MERECEMOS !!!
      Não sei se serão muitas as vezes que um amigo tem a capacidade de nos fazer sentir felizes. Sentir bem, sim há muitas ocasiões, mas feliz...
      Evidentemente que isso tem retorno pelo que esses momentos felizes passam a ser duplos, né?

      Beijokas ;))

      Eliminar
    3. Se tu dizes que merecemos, pronto, não se fala mais nisso!
      Sabes que, para mim, sentir-me bem já é motivo para ser feliz?
      Porque razão as pessoas pensam que a felicidade está nas grandes festividades ou grandes acontecimentos?
      Se me tratarem bem, com respeito e carinho, já é o bastante para ser feliz. :)

      Beikokas com duplos ou triplos sorrisos! :)))

      Eliminar
  4. Vinicius é meu irmão
    (acredites ou não)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito, claro que acredito, Rogério!

      :)

      Eliminar
  5. O Rui teve a mesma ideia.
    Mais que abraço, mando-lhe beijinhos.
    Bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Transmissão de pensamentos, Pedro? Quiçá!! :)

      Obrigada, Pedro.

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Toma lá um abraço e não se fala mais nisso :)

    Excelente, o escrito de Vinícius.

    Beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, meu querido Amigo, toma lá outro e falamos mais nisto!!

      Obrigada, António!

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Oh, Ângela, estou tão precisada de um abracinho, dado com amizade e carinho...!

      Bem-Hajas e toma um, bem apertadinho!!
      :)

      Eliminar
  8. Oh ! Janita ! rsrs ... Sabes que só agora vi ?!... De manhã passei de repente e de tarde não estive em casa ! rsrs ... Foi mesmo transmissão de pensamento ! rsrs

    Parece que estamos mesmo a precisar dum Grande Abraço ! rsrs

    Não conhecia esse poema tão oportuno ! ... e o dia do Encontro nunca mais chega ! :(( ...rsrsrs
    ... Entretanto fica para já com este Abraço de muita Amizade e Carinho, de mais 20 seg, mas virtual,... até lá ! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andas distraido, Rui? Pois, com estes dias soalheiros e quentinhos é só andar na boa-vai-ela-e vai ele! :))

      Ando a temer que me apareça algum impedimento. Deixa-me bater três vezes na madeira. A semana passada andei com uma alergia terrível nas mãos, ficaram nuns trambolhos e muito vermelhas. Tive de tomar o Xisal. Acho que foi por ter mudado para um outro detergente da loiça. Mas já está tudo a melhorar.

      Também para ti um grande abraço, Rui!! :))

      Eliminar
  9. Olá Janita, já tinha comentado este poema, mas não ficou o comentário. Disse que ás vezes um abraço vale mais que mil palavras e nem esse abraço ás vezes chega. Estive muito ausente mas estou a arranjar forças para continuar. A vida ás vezes dá-nos cruzes que custam a carregar. Deixo-te aqui um abraço e beijos com carinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Amiga,

      Já no post seguinte te disse das minha saudade de te ver por cá. Tu, a Miuíka, o José e a Franciete, foram das minhas primeiras amizades virtuais. Do José nunca mais soube nada. Bandearam-se todos para o FB e abandonaram os blogues, ou quase. É pena!!
      Arranja lá força e vontade, que por aqui 'tásse' melhor! ;))

      Beijinhos com igual carinho.

      Eliminar
  10. Querida Janita toma lá o meu !

    Esses repentes também me dão e são uma aflição :)

    ABRAÇO MEU

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá cá o teu que eu dou-te o meu, Amiga Fê!!

      Eheheheh São uma aflição estes repentes, não são?

      Grande abraço, Fê!!

      Beijinhos

      Eliminar
  11. Vinicius, velho guru da vida, sabia, oh se sabia...!

    Deixo-te um abraço com muuuuita amizade. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, verdadinha, AC!!

      O Vinícius - que Deus tenha - era danado para poetar!! :))

      Gostei muito do teu abraço amigo. Leva outro igual contigo, AC. :)

      Beijinhos

      Eliminar