segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Piropos À Moda do Alentejo...

...Para aquecer.


Numa rua de Mértola, um jovem -  de Lisboa, diz-se - cruza-se com uma miúda gira e, imbuído de grande inspiração poética, diz-lhe, num sussurro:


Um copinho, dois copinhos
três copinhos d'aguardenti.
As moças cá nesta terra,
até fazem calor à genti.



Abespinhada, que as alentejanas não são cá para brincadeiras, responde-lhe a moça:

Um copinho, dois copinhos
três copinhos de licori.
Levas uma cachaporra nas ventas
passa-te logo o calori.

------------------------------------------------


                                                             

Para aquecer um bocadinho mais, fiquem com dois copinhos de vinho branco. Uma cena hilariante do "Pai Tirano"
Ainda se lembram do filme?

  
    Um bom início de semana para todos.                                 

28 comentários:

  1. A anedota que eventualmente alguma vez teria sido verdade, já conhecia ! :))
    A cena do "Pai Tirano" é excelente !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À boa moda da Graça Sampaio, eu vendo-a ( à história) pelo preço que compro, Ricardo!! :))

      Abraço!

      Eliminar
  2. Os pastelinhos de bacalhau!
    Muito giro, lembro-me muito bem porque vi tantas, tantas vezes esses filmes!
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas!! Aquele bar também não tinha petiscos nenhuns, nem pastelinhos de bacalhau. :))
      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Pois...

    Abraço grande e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...significa concretamente o quê?

      Beijinhos, boa semana! :)

      Eliminar
    2. Do outro sim....

      Eliminar
    3. Ah...está bem!!

      Beijinhos. :)

      Eliminar
  4. Nem Agua- Ardente, nem licores, sou sim de vinho tinto :) ah, mas acredita que sou mesmo.

    Já conhecia a anedota e o filme vi algumas vezes, nunca demais, é muito bom recordar.

    Boa semana Janita, um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De licores, gosto, Adélia! :)
      Gosto, mas não bebo, só um pouquinho em ocasiões festivas. Tomo tantos comprimidos que, se abusasse, nem sei o que aconteceria. Oh vida desenxabida esta minha. :(

      Beijinhos, tudo de bom.

      Eliminar
  5. ahahah... Essa é das tais cenas "clássicas" dos filmes portugueses. Inesquecível, Janita ! ... Se há o copinho de branco, para quê os pasteis de bacalhau ? ... rsrsrs...

    Não sabia era que os três copinhos de aguardente e de licor produziam efeitos inversos ! eheheh
    Estes alentejanos !!! ... rsrsrsr ... Cuidado com eles ! :)))

    Beijinhos aos copinhos ! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho muitas cassetes gravadas com estes filmes, no tempo em que eles passavam na RTP, Rui.
      Agora, só passam novelas! Até enjoam.

      Pois é, à custa dos alentejanos e das sua peripécias, muito nos vamos rindo lá no Devaneios. :)

      Beijinhos e um copinho de licori! :))

      Eliminar
  6. Já conhecia a anedota. E o filme já lhe perdi a conta as vezes que o vi. Houve uma altura durante a doença de minha falecida mãe, que ela queria ver o filme todos os dias.
    Um abraço e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos nós conhecemos, Elvira, mas às vezes sabe bem relembrar.
      Um abraço.

      Eliminar
  7. eheheheh
    mulheres de raça

    beijocas Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As de resposta na ponta da língua e as que gostam do copinho de vinho branco, não é Noname? Ehehe

      Beijinhos, NN. Obrigada pelo mail! :)

      Eliminar
  8. Conhecia a desgarrada mas quem respondia era o pai da moça.
    Já O Pátio das Cantigas ficará para sempre na história do cinema português.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas esta moça foi mais despachada, Pedro; não esperou pelo pai! :))
      Acho que neste vídeo há aqui uma mistura de cenas dos dois filmes: Pátio das Cantigas e d'O Pai Tirano.
      Fiquei com essa impressão.

      Beijinhos.

      Eliminar
  9. Esta cena é memorável! Já perdi a conta às vezes que vi este filme, mas é sempre bom recordar.

    Tchim-tchim, à nossa :)

    Um beijinho, querida Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus filhos eram pequenos, na altura em que a RTP passava estes filmes e o mais pequeno divertia-se e divertia, a repetir essas deixas, inesquecíveis.

      Então aí vai um brinde, à nossa saúde. Tchim-tchim...

      Um beijinho e um forte abraço, querida Miss Smile. :)

      Eliminar
  10. Ah como gosto destes ditos alentejanos e dos copinhos também, mas de bom vinho.
    O filme é daqueles que é sempre bom recordar.

    Beijinhos Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostamos todos, Manu. São relíquias da nossa cinematografia.
      Quanto aos copinhos, português/a que se preze, não desdenha um bom trago de vinho do Douro ou do Alentejo, não é verdade? :)

      Beijinhos.

      Eliminar
  11. É possível sim, até que tenham bebido.
    Aquilo que se diz nem sempre condiz: por vezes o não é sim.
    Ora, os pastelinhos, quem não viu?
    À nossa saúde, um copo de um alentejano dos bons.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não há ninguém que não tenha visto, Agostinho.

      À nossa saúde, então, aceito a sua sugestão. :)

      Um abraço

      Eliminar
  12. Espreitei o Cantinho só para enviar um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela sua atenção, José.

      Um beijinho para si, também. :)

      Eliminar
  13. Vim espreitar de novo este belo post e deixar-te um beijinho.

    Ps. Já telefonei ao Kok mas não atendeu, mais tarde tento de novo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Manu.

      Um beijinho também para ti.

      PS- Há mais vida para além dos blogues e o nosso amigo deve andar ocupado lá com a sua vida. Perguntei, por estranhar a sua ausência. Só por isso.

      Eliminar