sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

CONTRADIÇÕES.


Tela by Dima Dmitriev.




Noite…companheira dos meus sonhos

Das longas horas amargas

Onde tudo se perdeu


Dias e noites perdidas

    que foram sarando 


  feridas


    pequenas coisas esquecidas


       grandes batalhas vencidas.



    Não sei para onde

              Partiste

                 Cobardemente

                          fugiste. 
                           

  Hoje, quem já te não quer…

                               …Sou eu!




                            
                                

                                 


***---***

30 comentários:

  1. Uma brilhante e sentida contradição. Amei

    Beijo. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. As contradições são uma das nossas prerrogativas! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...E o direito ao contraditório, Catarina! :)

      Beijinhos.

      Eliminar
  3. Um três em um muito bom. Tela, poema e vídeo. Adorei.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O vídeo é de uma canção que gosto muito, do Franck Sinatra, Elvira. "Something Stupid" (Algo Estúpido) :)

      Um abraço

      Eliminar
  4. Acabei de ler esta frase de Jean-Paul Sartre: O homem é uma contradição insolúvel.
    Diria que a Vida é uma sucessão de contradições, umas doces e outras bem amargas.

    Um infinito bem doce!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem venham só as contradições doces, minha amiga, as outras, as amargas, dispenso-as bem.

      Beijinhos infinitos. :)

      Eliminar
  5. Riquíssima partilha querida amiga ,a incompatibilidade lógica do ser humano perante a vida ,beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também existem compatibilidades ilógicas, Emanuel. :)

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Estou a perceber esta sequência de posts.
    Primeiro sonha pelos dois e anda feliz da vida assim. Até que alguém lhe fala em seios e pensa no topless que as moçoilas fazem nas praias. Fica com vergonha e diz que não acha jeito nenhum à coisa, mas depois em jeito de remissão solta logo um beijo, não vá fugirem por não fazer topless.
    Mas não fica por aqui. Já que não existe topless, decide mostrar o grelo. Ao mostrar o grelo, com certeza que vai ter todos aos seus pés. Mas pelos vistos as coisas não correm muito bem e então decide colocar um ponto final e dizer: Hoje, quem já te não quer... Sou eu!

    Percebi tudo bem. Certo?
    Não escapou-me nada!
    :-P

    ResponderEliminar
  7. Contradição... mas não menos firme: "agora quem não te quer sou eu". Dar um basta, isso é importante. Parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, amigo Carlos.
      Eu diria que é importantíssimo saber a hora de dar um 'chega pra lá'...:)

      Obrigada, um abraço

      Eliminar
  8. Boa noite Janita. Belo momento poético. Adorei a musica. Obrigada.

    -
    Do Gil António, que se encontra doente, motivo porque não vos visita. Pedimos a compreensão: Hoje:- Luz no teu quarto ...Tentação do meu olhar
    .
    Bjos
    Resto de uma boa noite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que lhe agradeço, Larissa.

      Desejo as rápidas melhoras do Gil António.

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Olha que realmente, (pequenas coisas esquecidas são grandes batalhas vencidas).Obrigada por me lembrares estava a ver que não chegava lá :)
    Bjitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São o acumular de pequenas coisas que, por vezes, nos vão sufocando, Mena. Quando se «chutam para o ar» são batalhas ganhas...:))

      Beijinhos.

      Eliminar
  10. Não vejo contradições.
    Um belo clip, com uma linda mulher.
    Hoje sem bjis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhhh, mas olha que as há, José, e muitas...:)

      Beijinhos, hoje!

      Eliminar
    2. Perdão...corrijo: 'olhe'. :)

      Eliminar
  11. bom dia
    ás vezes basta um simples vídeo e um poema para recordar a felicidade !!!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para recordar...esquecendo, Joaquim Rosa. :)

      Bom Domingo.

      Eliminar
  12. Bem! Sequencialmente: a imagem pictórica é fantástica; as belas palavras alusivas a "Contradições", para além de derivarem da incontornável contradição que é a própria vida, tal como a conhecemos/vivemos, da minha parte só acrescentaria contraditoriamente que por mim... "continuo a querer a noite!...", mas entendo perfeitamente que perante "cobarde fuga, se deixe de querer a/o fugada/o" por parte de quem seja alvo/vitima dessa fuga; já o vídeo abstive-me de ver, por limitações de plafond de Net.
    Continuação de bom final de semana
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já eu prefiro o dia, Victor...de preferência as manhãs.

      Bom Domingo, um abraço

      Eliminar
  13. Olá amiga!
    Hoje como estou evitando ficar digitando devido está melhorando da tendinite, para que ela não volte, estou passando para deixar o meu carinho e lhe desejar um fim de semana feliz, com muita saúde e paz.
    Deixo também esse pensamento que que uma amiga me enviou e nos leva a reflexão.
    “Semeei flores... colherá o perfume. Semeei o carinho... colherá a amizade. Semeei sorrisos... colherá a alegria. Semeei a verdade... colherá a confiança. Semeei a vida... colherá milagres. Semeei a fé... colherá a certeza. Semeei o amor... colherá a felicidade”
    Abraços da amiga Lourdes Duarte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita e as suas melhoras, Prof.ª Lourdes.

      Bom Domingo e excelente semana.

      Um abraço.

      Eliminar
  14. O tempo, com muito custo, muita dor, lá vai vencendo e fazendo esquecer, até que chega uma altura em que um regresso ao passado já não vale a pena !
    Estás a ir muito bem na poesia !!! :)
    O vídeo muito bom nas vozes e nas presenças (dois actores cantores, fantásticos), mas na letra nem tanto !

    Abração :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto não é poesia, Rui.
      Dizer isso até ofende os poetas. :))
      Isto foram palavras deitadas ao vento. ;)

      A canção é muito gira, ouvida nas vozes de Franck e Nancy Sinatra, mas apeteceu-me ir buscar este par. Já eu acho graça à letra, é por isso que o mundo não tomba...

      Grande abraçaço, Rui!

      Eliminar
  15. Olha eu nem comento, estou assim em modo boquiaberta - Não tenho por costume ler os comentários nos posts alheios, mas quando o faço é sempre depois de eu comentar, para que os já existentes não possam influenciar o meu, mas hoje, dei conta de um tão grande, que achei ser algo no seguimento do teu post, mas não, é uma coisa de tão mau gosto, que nem sendo comigo, me senti ofendida. Há gente que não mede as palavras, nem mesmo em casa alheia. Lamentável.

    Boa noite Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, Noname, ainda não compreendi patavina...:(
      Paranóia? Recalcamento? Falta de chá? Não sei...

      Boa noite NN.

      Um beijo

      Eliminar