quinta-feira, 31 de março de 2011

SEI LÁ.....!


Algo se quebrou, hoje, dentro de mim! O quê, não sei. Quem sabe até ao fim do dia eu consiga descobrir. Tomara que sim. Caso contrário, vou ter muita dificuldade em continuar a viver comigo mesma.

Acho que esta inquietação me agarrou, logo de manhãzinha. Precisei vir cá fora de casa, a um anexo, buscar algo que não vem ao caso. Eram 8 horas. O sol ainda não tinha descoberto e a visão que tive do meu pobre jardim, deixou-me desolada e, ao mesmo tempo, deslumbrada.

A desolação deveu-se ao facto de, pela primeira vez, desde há muito tempo, eu reparar no quanto ele grita pelos meus cuidados.


O deslumbramento foi, tão simplesmente, a constatação de como a Mãe Natureza é pródiga em dar aquilo em que nós, seres humanos, falhamos. É certo que os canteiros precisam ser aparados, as ervas arrancadas. Mas, ó beleza infinita! As azáleas estavam todas em flor, as camélias dobradas, abriam-se timidamente na esperança de uma Primavera ensolarada e até o jasmineiro, desabrochava as suas primeiras pequenas e perfumadas florzinhas brancas.

Como tinha o telemóvel no bolso do roupão ( anda sempre comigo) registei aquilo que viram os meus olhos e mostro a quem quiser ver.

Tudo isto, deve ter sido a causa da melancolia que se apoderou de mim. Andei toda a manhã sem me conseguir concentrar no trabalho e num estado de alheamento profundo. Acho que um forte sentimento de culpa me agarrou com força. Mas...culpa de quê? Tenho que descobrir!


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


"Poetisa Eu"?


O Poeta hoje em dia

Esquece-se

de fazer poesia

porque não se lembra

da melodia

que a vida oferece.


Apenas sofre

e sente saudade

vendo a verdade

que o outro não vê.


Óh poetas loucos

Convencidos, tontos.


E a tonta sou eu

Por acreditar

Na doce ilusão

Que se eu quisesse

O sonho viria

Ter à minha mão…



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~





40 comentários:

  1. Com o meu pequeno Diogo (19 meses)vamos fazer a aventurinha do costume. No meio do betão erguido, entre o parque de estacionamento e a rua, percorremos o pequeno terreno. A imaginação faz o resto pois a natureza a tal ajuda. Erva fresca, cheiro a terra, veredas de flores campestres, azedas e alguns cardos "Essas picam" digo eu e o Diogo repete "Essas picam". Á frente agacho-me e viro uma pedra. É um tesouro de vida, entre a pedra e o húmos da terra: formigas, bichos-de-conta, minhocas e até um pequenina centopeia, movimentam-se alvoraçadas pela intrusão. Os dois acocorados passamos assim bons bocados, admirando a Primavera renascida. Assim lhe ensino as coisas belas da vida e ele...ele gosta.
    Se o Diogo tivesse mais idade, dir-lh-ia para a ir ajudar a tomar conta do seu quintal.

    ResponderEliminar
  2. Um jardim descuidado tem, a todo o tempo, solução.
    Os sonhos desfeitos são de mais difícil recuperação. No entanto, os obstáculos, um sonho desfeito é um obstáculo, fizeram-se para serem ulltrapassados. Pode não ser no momento mas, com paciência e algum engenho, também são vencidos.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  3. Oh,amiga Janita. Abraço-a em conforto. Certas coisas que quebram dentro da gente são como cristal, uma vez quebrado não tem mais jeito, cola-se, mas ficam as marcas. Espero que não seja o seu caso. Bem, sobre o jardim, nossas coisas refletem o que estamos vivendo, espero que esse jardim reffloresça primeiro dentro de você e tudo à sua volta ficará belo também, pois estará animada a cuidar do externo. Beijos e obrigado pel ocarinho de sempre

    ResponderEliminar
  4. Querida janita, Rubens Alves diz que se houvesse um a palavra para resumir a vida, esta seria a palavra jardim. Talvez porque ao olhar as flores percebemos como nos doar, mas também enxergamos como a beleza está nos pequenos detalhes.
    Viver é um enigma, mas é o mais importante de tudo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Temos dias mais cinzas, mas depois o sol brilha!!1Lindas fotos!Lindo jardim!beijos,chica e fica bem!

    ResponderEliminar
  6. Precioso jardín, hermosas flores, lugar acogedor y hermoso para vivir.
    La s flores son seres hermosos puestos en este planeta para disfrutar de ellas, admirarlas y gozarlas, como la vida hay que gozar de los ratos buenos y abandonar los malos.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  7. Inquietações das constantes mudanças , da transformação mesmo na natureza faz parte da vida.

    ResponderEliminar
  8. Amiga:
    A vida nem sempre segue o rumo que desejamos, nem sempre vamos a todos os sítios que a nossa alma deseja.
    Tenha calma, vai ver que tudo se compõe naturalmente. E devagar há-de conseguir alindar o seu jardim, embora o ache bonito assim :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Querida Amiga Janita,
    É um bonito jardim e não está tão mal cuidado assim...
    Com ajuda dum sachinho, para afofar a terra e mondar as ervas e duma tesoura da poda, ficará num briquinho; a inquietação passará e o jardim rejubilará.
    Bj amigo,
    J

    ResponderEliminar
  10. Los jardines los descuidamos pero en seguida cuenta de ello nos damos, pues tus hermosas flores te recuerdan que quieren las trates con muchos amores,y como de esa semilla nunca te falta,enseguida les abonaras todo lo que les haga falta.

    Así que toca reír y disfrutar del jardin,para ser muy feliz.

    Saludos

    ResponderEliminar
  11. Janita said...

    Para tua informação, nem me atrevi a visitar o teu blog sem tral. Pensando melhor

    e com este 83

    é a crise isto tem de ir devagarinho

    ResponderEliminar
  12. Obrigadinha, então, Ó Mikaelito!
    Como amor, com amor se paga; também ficaste com mais um

    sinceramente não é necessário

    se o governo não tiver $

    vou ser obrigado a alimentá-los

    e só tenho latas de conservas para mês e meio

    e as eleições são só daqui a dois

    ResponderEliminar
  13. Minha Querida e Boa Amiga Janita,
    Apesar de hoje ser o dia das mentiras o que lhe vou dizer nada tem a ver com esse facto! Olhe que o Jardim não está assim tão mal como o pinta... Precisa só dos seus cuidados agora que vai entrar o Verão! As chuvas que têm caido não propiciavam tais cuidados e portanto não caia em depressões por esse facto! Nós sabemos que vai dar o jeitinho ao Jardim que ele merece e depois por favor mostre-nos os resultados, ok? Mãos à obra e força para deitar esses pensamentos para trás das costas...
    Se precisar de ajuda diga!
    Beijinhos muito amigos e solidários.

    ResponderEliminar
  14. ♥**♥**♥**♥* .░♥░(¯`:´¯)░♥ ♥ ♥Toma una sonrisa y dásela a quien jamás la tuvo
    ░.(¯ `•.\|/.•´¯)♥ ♥Toma una lagrima y ponla en el rostro de quien jamás lloró
    ░(`♥•.(۞).•´¯)░(¯`:´¯)♥ ♥Toma la bondad y dásela a quien no sabe darla
    ░ (_.•´/|\`•._)(¯ `•.\|/.•´¯) ♥ ♥Toma el amor y espárcelo por el mundo
    ░ ░ (_.:._)(¯ `•.(۞).•´¯)♥ ♥Toma el coraje...e y dáselo a quien no sabe luchar
    ░♥░ (¯`:´¯)░(_.•´/|\`•._)♥ ♥Nunca pierdas la sensibilidad
    ♥░.(¯ `•.\|/.•´¯) ::(_.:._)♥ ♥para descubrir la presencia del amor
    ░ (¯ `•.(۞).•´¯)♥ ♥que tengas una hermoso semana
    ░ ░(_.•´/|\`•._) ♥ ♥♥ besos desde mi corazón…Feliz fin de semana♥♥♥…Amiga Janita

    ResponderEliminar
  15. Não há nada melhor do que um bom conjunto de ferramentas de jardinagem, um abraço de um amigo e um sol de Primavera, que não ponha esse jardim ainda mais bonito do que ele é naturalmente.

    De luvas calçadas, chapéu na cabeça e coração aberto, mãos à obra!

    Depois de bem regado, sente-se tranquila e veja como a vida é bela.

    Uma beijoca Primaveril.

    ResponderEliminar
  16. Decididamente é tudo verdade quando dizem que somos mal agradecidos...


    Já percebi...

    laura entra carregando um cesto de ferramentas pequenas, na outra mão uma enxada e um ancinho!
    Olha para a delicia de jardim, calça as luvas e mete mãos à obra, a janita chega com um café fumegante e dali a nada estarão as duas numa bela cavaqueira de enxadas, flores e palavras...

    Queres ajuda? só não prometo trabalhar de sol a sol, mas posso correr pelo jardim para me exercitar, que tal chamar os rapazes de todos os dias? o Fernando, Edgar, esse mora perto de ti...
    Nem tenhas pena o jardim está muito bom se olharmos bem, na foto pare o jardim das tulherias ou o do Van Goh ...

    Aquele apertadinho abraço da laura, ah, o Nuno e o amigo andam à procura de terrenos para limpar, jardins...

    ResponderEliminar
  17. O teu jardim e as tuas flores são um amor.
    Mas como acontece com quem amamos, nem sempre podemos dedicar-lhe o tempo que desejamos, o que não quer dizer que não o tenhamos no coração permanentemente.
    Assim as tuas Azáleas, Jasmineiro, as Camélias, continuam a desenvolver-se e desabrocharam para perfumar os teus dias e te maravilhares com a vida a acontecer.
    De certo modo, falaram contigo, surpreenderam-te.
    Esperarão por certo tranquilas, pelo momento em que lhes poderás dedicar a tua atenção.
    Tudo tem o seu tempo.
    Do meu jardim a precisar de cuidados, diria: Que se por um lado posso pensar que o que depende de mim, se encontra no estado que espelha o meu interior, por outro, esse acordar e "pôr mãos à obra" atrairá outras coisas boas.

    Amanhã é tempo de amor,
    vou pôr as mãos na terra
    e cuidar do meu jardim.
    Vou tratar de cada flor
    Como se cuidasse de mim.

    Beijo e kandandos.


    Ah! ia-me esquecendo...

    Prazer gratificante, sim,
    foi limpar uma janela
    e ver através dela
    a Primavera a chamar por mim.

    Pequenas coisas podem ter um efeito surpreendente em nós.

    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Esta miúda anda com as ideias baralhadas. O jardim está lindo!
    E se lhe acrescentares o IVA, então nem quero imaginar.
    Pois é miúda, horticultar e jardinar são das melhores coisas para a limpeza dos neurónios. Sempre que posso também eu dou cabo do que me resta dos rins e me curvo perante tamanha beleza, essa de ver crescer aquilo que plantámos.
    O jardim é como o coração duma mulher. Se não for bem tratado, morre!
    Beijinho minha terna jardineira

    ResponderEliminar
  19. Gracias por tu visita y tus palabras.
    Los jardines relajan y te recuerdan que son momentos vividos en algún lugar y tiempo.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  20. Querida JANITA

    Que sorte que tens de ter um JARDIM só teu para cuidares ou não!!!....
    Não te apoquentes que a Natureza trata dela sózinha e , quando tu tiveres um tempinho livre, tratarás de cada canteiro e de cada flor com muito mais carinho e logo tudo ficará mais bonito e tu de Alma mais aliviada!
    Como diz a juventude - no stress.
    Bom fim de semana
    Beijs.HELENA

    ResponderEliminar
  21. Há uns dias mais cinzentos
    outros bem mais coloridos
    são os frutos destes tempos
    quase sempre mal vividos

    Querida amiga jardineira
    lá do Norte do país
    deixe crescer a trepadeira
    e nunca deixe de ser feliz

    Gostei do seu jardim, do seu poema,
    só não gostei de vela triste.

    Um bom fim de semana,
    beijinhos, com o meu carinho
    José.

    ResponderEliminar
  22. Janita:

    Um bom fim de semana - família, natureza, ar livre, um jantar à luz de velas .... tudo isso ajuda - e eu te desejo um ótimo fds - bjs do sul do Brasil

    ResponderEliminar
  23. Janita amiga
    Curioso que acho complementares os dois textos deste post: à "culpa" pelos descuidos da jardineira, contrapõe-se, no poema:
    "... E a tonta sou eu /Por acreditar/Na doce ilusão/Que se eu quisesse /O sonho viria /Ter à minha mão… ..."
    O seu jardim merece que a dona jardineira faça algo, para que o sonho se torne realidade: uma obra da natureza moldada, com carinho, pela mão humana!
    Beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  24. Sim poetisa! Eta poesia bonita! Eu que não consigo fazer assim. Bj

    ResponderEliminar
  25. Às vezes tb me pego nesse sentimento meio estranho, incômodo...sem entender a razão. Demora um pouco, a resposta vem. E daí procuro aparar as árvores, tirar o mato, ajeitar o jardim mental.

    acho que é uma faxina mental que fazemos né...igual qdo limpamos um quarto, no começo levantamos muito pó, bagunçamos tudo pra depois a ordem aparecer.

    seu jardim é um poema, belíssimo!
    bom dia e muito obrigado SEMPRE!

    ResponderEliminar
  26. Olha que se o FMI descobre o estado em que tens o jardim, vais trabalhar nele para o resto da vida!

    ResponderEliminar
  27. Uma doce loucura poética faz bem aos olhos e muito mais ao coração.
    No jardim da tua vida brotaram versos lindos.
    Beijo doce minha querida amiga.

    Com carinho,
    jady

    ResponderEliminar
  28. Sou
    Poeta louco
    tonto
    Por acreditar
    Na doce ilusão
    Que, se quisesse,
    Levar-te-ia
    Todo o sonho
    Numa só mão…

    (esquecia esta parte, da sua arte...)

    ResponderEliminar
  29. Janita

    Feliz por a encontrar.
    Eu tenho estado doente e proibida de escrever, mas não resisti à tentação quando a vi ao longe.

    E gostei do encontro e do que escreveu...

    Saudade,

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  30. Querida Janita,

    Mãos à obra!!!

    Porque só alguém com a sensibilidade duma flor pode tratar dum jardim.

    Bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  33. HOLA JANITA: GRACIAS POR TENERME A TU LADO CON LA ROSA DEL DESIERTO Y DECIRTE QUE UN JARDÍN...SIEMPRE ES UN JARDÍN, CUANDO LA MANO HUMANA NO TIENE TIEMPO, LA NATURALEZA SE ENCARGA DE AVISARTE, QUE CUANDO LO TENGAS LE DEDIQUES UN ESPACIO PARA ÉL.-
    LO BUENO ES QUE LO TIENES Y ESO ES MUY BELLO.-
    TE DEJO UN GRAN ABRAZO.-

    ResponderEliminar
  34. Querida Janita venho agradecer as tuas palavras amigas, e deixar um forte abraço em teu coração, e, que lindas são as tuas flores mas lindo também é teu sentimento para com elas.
    E que bom quando a gente vê a tempo de emendar algo que não está bem, beijinhos de luz em teu coração.

    ResponderEliminar
  35. De poetas todos temos um pouco
    e de jardineiros também
    assim, venha daí uma enxada
    um saco de sementes
    palavras e gentes
    a semente à terra lançada
    e creio que será abençoada
    em flores e palavras.

    Queres que vamos aí ajudar? é só dizeres...eu cavo, mas pouco, falar isso falo muito.

    um ji

    laura

    ResponderEliminar
  36. Que saudades tenho de viver nua casa com um jardim assim... Resta-me vê-lo quando vou ao Porto, ou então sentar-me na minha varanda e ver o belo jardim em frente à minha casa mas, que infelizmente não é meu. resta-me o consolo de o poder desfrutar.

    ResponderEliminar
  37. Sei lá...

    Partilho contigo uma canção muito bonita com o mesmo titulo, tens o video e a letra para acompanhar:

    http://letras.terra.com.br/gabriel-pensador/96118/

    Beijinhos do filho que te ama,

    Luis.

    ResponderEliminar