sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Há Mudanças Tão Fúteis Que Não Mudam Nada, Mas...

 ...NÃO DEIXAM DE  MUDAR  ALGUMA COISA.

            O CABELO E AS PIEGUICES NO BLOGUE, POR EXEMPLO. 



Mudar de visual não preenche o vazio da alma, 
nem sobe a autoestima, 
mas não deixou de ser uma mudança que me fez olhar para mim, de frente e de costas, nos primeiros trinta segundos.

😌 😇


😟 


 😇 


quinta-feira, 16 de setembro de 2021

MIRAGENS.

 

Retirada da Net.


É no Outono que o Amor tem mais doçura

Que sabem melhor os beijos sonhados

É no Outono da Vida que os oásis quando surgem

São fontes de água pura 

Matando a sede do caminhante solitário

Que segue o seu caminho 

Num deserto feito de areia,

 secura, pó, miragens... e nada.


Talvez por isso sejam os Sonhos

 de Outono.

Tão doces quanto os

de Primavera

Com sabor a beijos roubados.




 


====================================
==================

terça-feira, 14 de setembro de 2021

SER CRIANÇA...

 ...foi ter a Felicidade completa em mim e não o saber.

Quem descobre onde estou eu entre todas essas meninas? 😇

Foi ser livre na dependência,

e contente por depender.

Rir quando me faziam cócegas,

chorar sem saber porquê quando me entristecia.

Chorar mais ainda quando minha Mãe

me perguntava o porquê 

de tantas lágrimas e eu não podia  dizer

 porque nem eu mesma sabia...



Hoje,

rio-me sem ter nem precisar de cócegas

Choro e sei porquê, mas não digo nem preciso dizer.

E sei bem que não sinto em mim Felicidade

Porque agora eu já sei o que é sofrer...


=======================

Adenda: A Janita é a terceira menina na 1ª fila, de baixo,

a contar da esquerda para a direita.

Parabéns aos que acertaram 😊e o meu

obrigada aos que tentaram. 😊


=========


domingo, 12 de setembro de 2021

SER OU NÃO SER.

 



Eu faço versos de desalento

Já que essa dor a sinto no peito

Quis ser poeta mas sem talento

Vi que não sou,  não tive jeito!


Corre-me célere por entre rimas

O sangue ardente no fim da vida

Tu sentes pena porque me estimas

Por mim não chores não estou vencida.


Estou bem comigo não tenhas pena

Não sinto a angústia que já senti

Se meu pensamento me torna plena

Não sofras tu o eu que já sofri.


Penas sofro hoje por te perder

Sem te dizer em ardente leito;

o meu sentir...

 Porque poeta eu não sei ser___


___Não sou poeta, não tenho jeito!






____****___

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

O Ramo de Oliveira.

 


 


Já foste coroa de louros a premiar vitórias,

façanhas nunca vistas, quais quimeras.

Hoje és, no meu quintal, um ramo erguido ao sol

olhando um rasto branco, 

neste vasto espaço azul___

___igual ao meu Sonho perdido 

      em idas primaveras.



 

  🌳   🌳  🌳 

terça-feira, 7 de setembro de 2021

TRIBUTO A...

 ...Georges Moustaki.
O  Estrangeiro mais francês de Paris.


O Estrangeiro mais português de Lisboa...


O Estrangeiro mais italiano de Roma...


O Estrangeiro errante, aventureiro e encantador,
que não obstante o passar dos anos, cantou,  dançou ao som da balalaika e encantou com o seu charme genuíno.


❤ ❤ ❤

Serás sempre 
o meu 
Príncipe Valente
de sonhadora adolescente

o que quisesses de mim.

E viveríamos cada dia,
no Amor sentindo alegria
_Eternamente até ao fim_

Esta foi a última entrevista que  Georges Moustaki
concedeu, antes de partir.

❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤  ❤


domingo, 5 de setembro de 2021

AINDA SETEMBRO....

 ...agora, visto sob um aspecto mais doce e menos melancólico___

___ou seja, sob a figueira cá do quintal. 😋

Demasiado ramalhuda, ficam os figos menos expostos aos raios solares que lhe dariam o pingo-de-mel desejado. Como faço alergia ao pêlo que reveste as folhas, ainda me vou atrevendo a dar algum desbaste, mas não o suficiente.
Os mais afortunados, os que recebem directamente os benefícios do astro rei,  serão os melhores e mais doces.

Esses, serão para a passarada, que aguarda, tal como eu,  que os figos possam ser consumidos sem que se nos rebente a boca.

___E por falar em rebentar a boca___ 
andará por aqui alguém que se lembre do Pregão da Rosalina?
Só me lembrava do estribilho e fui em demanda da cantiga.
Moça cheia de sorte como sou, encontrei a letra e o vídeo.
Querem ouvir? Então aqui vai...

*****

De manhã cedo, quando à minha rua passa
Acho-lhe graça e já estou à sua espera
Risonho e ledo, seu pregão tem a magia
Do trinar da cotovia em manhã de Primavera

A Rosalina
A vendedeira mais nova
Faz do pregão uma trova
Que já todo o bairro nota
Voz cristalina
Que nos rouba o coração
Quando me mostra na mão
Os figos de capa rota

De brincadeira, sem que ela nunca se ofenda
Traz-me a merenda e a sorrir, sempre lhe digo
Ai feiticeira, não me lances tais olhares
Pois se não te acautelares um dia chamo-te um figo

Ela sorri
Sempre picante no trato
Com um sorriso gaiato
Que deixa minh'alma louca
Pois sempre ouvi
Que nesta vida de perigos
Há uns que comem os figos
E a outros, rebenta a boca



 


Quem gostou, faça o favor de levantar o braço!