sexta-feira, 3 de julho de 2020

REFRESCOS.





























Vós que já matastes a sede,
Deixai-me matá-la a mim!
Se em nuvem piedosa
Te refrescaste, rosa
Também aqui eu hei-de
Refrigerar-me!... sim!

Tu já mataste a sede,
Mata-me a sede a mim!




[ A partir de "Sede de Amor", poema de João de Deus ]






quinta-feira, 2 de julho de 2020

Existo...logo, Penso!





A grandeza de um ser não se mede pela estatura, mas pela nobreza e humildade das suas atitudes.

Entre os humanos, há homens grandes que são pequenos, pequenos que são grandes e há grandes que o são em tudo:

Na humildade, na nobreza e na estatura!


[ Se ao longo de toda a nossa existência encontrarmos uma só pessoa que reúna, pelo menos, as duas primeiras qualidades, já valeu a pena vir ao mundo, ter nascido. Eu encontrei! E vós?...]








* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * 

terça-feira, 30 de junho de 2020

Já Fui Feliz Aqui. ( 59 )




Eram seis em cada saquinho
e para todas nós foi igual
tão doces eram os beijinhos
chegaram cheios os saquinhos
vazios ficaram no final.

Comecei com relutância
não quis garganêra parecer
pelo caminho de regresso
vim comendo os teus beijinhos
que eram doces a valer.

Agora se neles penso
não me cresce água na boca
destes não verei eu mais
e tudo levou o vento
e até a vontade é já pouca.



⭐   ⭐    ⭐ 

       


segunda-feira, 29 de junho de 2020

CERTEZAS.























DEZ RÉIS DE ESPERANÇA.


Se não fosse esta certeza
que nem sei de onde me vem,
não comia, nem bebia,
nem falava com ninguém.

Acocorava-me a um canto,
no mais escuro que houvesse,
punha os joelhos á boca
e viesse o que viesse.

Não fossem os olhos grandes
do ingénuo adolescente,
a chuva das penas brancas
a cair impertinente,
aquele incógnito rosto,
pintado em tons de aguarela,
que sonha no frio encosto
da vidraça da janela,
não fosse a imensa piedade
dos homens que não cresceram,
que ouviram, viram, ouviram,
viram, e não perceberam,
essas máscaras selectas,
antologia do espanto,
flores sem caule, flutuando
no pranto do desencanto,
se não fosse a fome e a sede
dessa humanidade exangue,
roía as unhas e os dedos
até os fazer em sangue.

Poema de António Gedeão


 

=============================

sábado, 27 de junho de 2020

Como Ia Dizendo... 🍉



Melancia...
rima 
com o Noah e com...

🍉

...Energia!







Nota: A avó pede imensa desculpa, mas houve um lamentável equívoco com o vídeo representativo da energia do Noah...Entretanto, já foi substituído. ( são tantos que já me baralho toda)

🍉





Sirvam-se à vontade.

Estes brigadeiros vieram do aniversário do pai do Noah,
e foram confeccionados pela mãe.





🍉    😀   🍓 




* * * * * * * * * * * 


sexta-feira, 26 de junho de 2020

Verão. [ Com Adenda. ]


SEM PEVIDES... :)



Verão, esta bela estação
que me traz a água doce 
da melancia. 

A cor vermelha do fruto 
rubro que sacia minha sede 
e me delicia.

Me refresca a garganta
e me traz a ternura de suaves lembranças
da inocência perdida
que  minha memória
acaricia.



* * * * * * * * * * * * *


Adenda: 
Perante o pasmo geral, acerca da melancia sem pevides, cumpre-me informar que a novidade me chegou vinda dos Países Baixos. O Noah, que adora comer, pode assim regalar-se sem correr o risco de se engasgar.
Ora, nós, portugueses, não somos inferiores a nenhum outro povo, vai daí, fui em demanda da dita cuja e também eu me deliciei...

Fazei vós o mesmo!!

:)


* * * * * * * 
* * * * * 



quarta-feira, 24 de junho de 2020

Eu E Os Outros. # 3


Panorâmica do rio Douro, a partir do Jardim das Virtudes - Porto


A minha versão de "Separadas à Nascença".































A primeira fotografia é de minha autoria, captada em Maio de 2017 e a segunda é da autoria do Remus, ambas do mesmo local, com três anos a separá-las, para além das diferenças óbvias, como podem constatar, e, confirmar,   AQUI.

A minha, é uma foto de uma pessoa curiosa sem qualquer conhecimento técnico, a outra, de um entendido na Arte fotográfica.



😌    😃


Nota: A autoria da segunda fotografia está devidamente salvaguardada pois a sua proveniência bem como o seu nome e espaço na blogosfera constam nas palavras a negrito. Agradeço que cliquem. Todavia, se me for comunicado o desagrado do autor, retira-la-ei de imediato.

* * * * * * * * * * * * * 
---------------------------------------------

segunda-feira, 22 de junho de 2020

ANJOS.


                                                                           


Acordes que 
flutuam

        anjos de doçura 
      que saltitam.

 Rasgos de memória
     rescendem 
a ternura
   o ar que respiro.









* * * * * *
* * * *
* *