terça-feira, 30 de agosto de 2022

MARIA PADILHA.

 💙 💛 💚 💜 💙 💚 💛 💜


Livro que ando a ler e irei partilhando algumas passagens
com os meus estimados leitores.


INTRODUÇÃO À TEOLOGIA (I)


    Naqueles dias descobri Maria Padilha.

Ela nascera nas favelas do Rio e, em poucos anos, invadiu os bairros pobres do norte da cidade.

   Tinha o tamanho de uma mulher.

   Vestia meias de seda e uma saia muito curta, com uma racha que lhe mostrava a liga e lhe despia as coxas, e uma blusa justa, meio aberta, por onde lhe saltava o peito. Estava coberta de pulseiras e de colares que os fiéis lhe ofereciam. E entre os dedos de longas unhas vermelhas segurava um cigarro americano com filtro. 

   A figura de cera de Maria Padilha guardava as portas das lojas de umbanda. Mas onde ela realmente vivia era nos corpos das suas sacerdotisas dos terreiros. Maria Padilha entrava nessas mulheres e, a partir delas, ria-se às gargalhadas, bebia, fumava, respondia às consultas, dava conselhos, desfazia maus-olhados e até era capaz de seduzir o Diabo para conseguir que ele ajudasse quem estivesse a precisar.

   Maria Padilha, deusa maldita, puta divinizada, encarnava nas mulheres que eram, na vida real, putas profissionais. Elas encarnavam-se a si próprias, de certa forma, mas ao contrário. Cada cerimónia era um ritual de dignidade.

   Achavam que eu era uma cabra? Sou uma Deusa!

                              💙 💚 💛 💜

[Texto transcrito do livro "DIAS E NOITES DE AMOR E DE GUERRA" da autoria de Eduardo Galeano.]
Tradução de Helena Pitta.
Página 58

ADENDA: Obra nascida da repressão no Uruguai, escrita durante o exílio do autor "Dias e Noites de Amor e de Guerra" é um poderoso testemunho do quotidiano em tempos de fascismo, da máquina do medo que silencia os povos e da coragem de quem recusa calar-se. Os Contos e as crónicas de Eduardo Galeano são o espelho da sua própria vida: belos mas assombrosos, heterogéneos mas nunca dispersos. Celebração da vitalidade e perseverança de um Continente inteiro, em linhas de uma invulgar sensibilidade histórica e mestria expressiva, esta obra resgata do esquecimento, companheiros, amantes e desconhecidos, os mortos e os vivos, pessoas de todas as matizes que sofreram a diáspora, penúria e repressão dos «anos de chumbo» da América Latina.



*************************************************
-------------------------------------


domingo, 28 de agosto de 2022

DA MIOPÍA E OUTROS DEMÓNIOS.

 =========================





Hoje os olhos são míopes

E eu um assassino dentro do teu corpo.

Há palavras de sangue caídas

Ao meu lado.

Mas sorvo mesmo assim essas imagens densas

Enquanto o esforço sobe o nevoeiro

E tu não te arrependes de me levares contigo

Atraiçoado.


Autor:
Armando Silva  Carvalho, in "O Amante Japonês".
Poesia Inédita Portuguesa

====================


quinta-feira, 25 de agosto de 2022

PROVOCADOR E CONTROVERSO...

 

...O fotógrafo chinês Ren Hang,




virou sensação internacional com as suas fotografias de nus que desafiam a censura do Governo de Pequim.
Nas fotografias de Ren Hang não há lugar para tabus.



Mesmo na China, país que ocupa, segundo o relatório anual “Art Under Threat” (arte sob ameaça), o primeiro lugar entre os estados que mais ameaçam a liberdade artística Ren não se atemorizou.



"Se a vida é um abismo sem fundo, quando eu saltar, a queda sem fim será também uma maneira de voar", disse, em meados de 2016.

Ren Hang, viria a falecer no dia 24 de fevereiro de 2017, com 30 anos incompletos.

Uma das mais belas fotos de todas as que vi deste
malogrado fotógrafo. Considerada a sua obra-prima.


Não faço referência à cidade nem ao país devido à incerteza das notícias.
Uns dizem que foi em Pequim, outros dão como certo ter sido em Berlim.
Como devem calcular existem muitas mais e mais ousadas fotografias, mas, por uma questão de princípio, penso que  este espaço não é o mais indicado para as exibir. Não faltam sites  onde as poderão apreciar.
Eu, como não conhecia o fotógrafo, só por isso, e por ter partido tão jovem, o trago hoje ao meu espaço.
Provavelmente, já muitos de vós terão ouvido, ou lido, algo a respeito do jovem e nada do que escrevi foi notícia, mas para mim foi uma completa novidade a 'ousadia' deste jovem fotógrafo, num país onde tudo é tão restritivo.





★★★★★★★★★


segunda-feira, 22 de agosto de 2022

DIVAGANDO.

 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆


FONTE da Fotografia


DESAMOR


Naquele tempo distante de uma juventude florida

sonhou que um Cavaleiro Andante, montado no seu corcel branco viria buscá-la e ser o seu amor para toda a vida.

Sonhou demais e não devia porque a vida nada dá.

Quem dela quiser colher algo mais, para além da dor, sabe que a sorte se faz com muita  persistência e labor.

Mais lhe valiam outros sonhos sem que o amor interferisse. Para que serve tal sentimento se só nos traz sofrimento...?

Já tarde descobriu isso e lhe surgiu quem o confirmou e disse...!

 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆


[ Peço desculpa ao autor da fotografia. Acontece que cavalos brancos não conheço mais nenhuns por aqui.]

                                                                    🔆 🔆 🔆 🔆 🔆

sábado, 20 de agosto de 2022

PORQUE ME APETECE SORRIR E FAZER SORRIR A VIZINHANÇA QUE ME PARECE ANDAR ALGO DEPRIMIDA.

 😊😊😊😊😊😊😊😊








Não são muitas nem tão divertidas quanto eu gostaria, mas foi o que consegui arranjar.


DESEJO-VOS

UM

FELIZ  FIM -DE -SEMANA.




quarta-feira, 17 de agosto de 2022

SEIOS...

    ...Porque:

"Todos os seios têm direito ao seu momento de glória."

Luís Rodrigues



FONTE da imagem. Por favor, não deixem de consultar este site.

Sei os teus seios.
Sei-os de cor.

Para a frente, para cima,
Despontam, alegres, os teus seios.

Vitoriosos já,
Mas não ainda triunfais.

Quem comparou os seios que são teus
(Banal imagem) a colinas!

Com donaire avançam os teus seios,
Ó minha embarcação!

Porque não há
Padarias que em vez de pão nos dêem seios
Logo p'la manhã?

Quantas vezes
Interrogaste, ao espelho, os seios?

Tão tolos os teus seios! Toda a noite
Com inveja um do outro, toda a santa
Noite!

Quantos seios ficaram por amar?

Seios decrépitos e no entanto belos
Como o que já viveu e fez viver!

Seios inacessíveis e tão altos
Como um orgulho que há-de rebentar
Em deseperadas quarentonas lágrimas...

Seios fortes como os da Liberdade
-Delacroix-guiando o Povo.

Seios que vão à escola p'ra de lá saírem
Direitinhos p'ra casa...

Seios que deram o bom leite da vida
A vorazes filhos alheios!

Diz-se rijo dum seio que, vencido,
Acaba por vencer...

Retirar-me para uns seios que me esperam
Há tantos anos, fielmente, na província!

Arrulho de pequenos seios
No peitoril de uma janela
Aberta sobre a vida.

Botas, botifarras
Pisando tudo, até os seios
Em que o amor se exalta e robustece.

Seios adivinhados, entrevistos,
Jamais possuídos, sempre desejados!

Raimundo Lúlio, a mulher casada
Que cortejaste, que perseguiste
Até entrares, a cavalo, p'la igreja
Onde fora rezar,
Mudou-te a vida quando te mostrou:
"É isto que amas?"
De repente a podridão do seio.

Raparigas dos limões a oferecerem
Fruta mais atrevida : inesperados seios...

Engolfo-me num seio até perder
Memória de quem sou...

Quantos seios devorou a guerra, quantos?
Depressa ou devagar, roubou à vida,
À alegria, ao amor e às gulosas
Bocas dos miúdos!

Pouso a cabeça no teu seio
E nenhum desejo me estremece a carne.

Vejo os teus seios, absortos
Sobre um pequeno ser.


 Excerto do poema "Sei os Teus Seios" de Alexandre O'Neil. 


Nota da autora.

Até ao dia 05 de setembro continuarei em férias, pelo que as minhas publicações serão tão irregulares quanto a minha vontade, tempo e disposição. Visitar-vos-ei sempre que considerar ter algo de jeito para vos dizer. De resto, com mais ou menos assiduidade, irei lendo o que forem publicando. Muito Obrigada a Todos.


🔆 🔆 🔆 🔆 🔆 🔆


segunda-feira, 8 de agosto de 2022

ATÉ JÁ.

 







Peço aos meus prezados leitores e ocasionais visitantes para irem interiorizando estes pensamentos.

Entretanto, eu vou ali lavar a Alma e já volto.

Sempre que me for possível, visitá-los-ei nos vossos cantinhos.


SEJAM  FELIZES


🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻

domingo, 7 de agosto de 2022

A SUA VONTADE SERÁ CUMPRIDA, JÔ SOARES....

...Sempre que olhar para o Céu estrelado saberei que está lá.

Sempre que ouvir o barulho do vento numa tempestade de verão,

saberei que nada de mal vai acontecer, porque o Jô está lá.

Não mais me inquietará o ruído da cidade, 

nem o silêncio pesado das madrugadas.

E, no cantar rumorejante das águas de um rio,

ouvirei sempre o gargalhar alegre do riso de quantos tiveram o

privilégio de o ver e ouvir.

Muito Obrigada Jô.  

Até sempre.



Não chorem tristes à beira do meu túmulo.

Eu não estou lá!

Estou no soprar dos ventos, 

nas tempestades de Verão

e nos chuviscos suaves da Primavera.


Eu sou a pressa inquieta dos ruídos da cidade e o silêncio das madrugadas.


Não chorem tristes à beira do meu túmulo.

Eu não estou lá!

Estou no brilho das estrelas

procurando a noite,

e no cantar alegre dos pássaros.


Não chorem tristes à beira do meu túmulo.

Eu não estou lá!

Eu não morri.

Eu sou a vida incessante e livre

que corre nas águas do rio.


Rio na Columbia Britânica - Canadá
Da Net.

💙  💚  💛  💜

 

sábado, 6 de agosto de 2022

SONHOS DE VERÃO.

 


Secam-se lágrimas,
abrem-se largos sorrisos.
É Verão!
Desabrocham amores
há sonhos dourados.
É Verão!
Entre um Olá e um Adeus
vive-se e sonha-se para a eternidade.
É Verão!

Quem nunca teve um Verão
quente e sonhador na sua vida?

Ah, quem me dera  viver de novo os sonhos da juventude perdida!



 

☀   ☀   ☀   ☀  ☀   ☀   ☀   ☀

quinta-feira, 4 de agosto de 2022

PODERIAM SER HAIKUS...

 ...ou simples poesia ocidental, mas não é uma coisa nem outra. É um desabafo.

Neste local e ao longo desta margem, viria a ser construído,
trinta e muitos anos mais tarde, o Parque das Nações.


Dorme coração
Repousa e acalma a dor
Chegaste perto do fim.
 
Longo o percurso
Estrada de escolhos
Voaste só e silenciosa.

Juventude distante
Momentos de sonhos fugazes
Vislumbres de ilusões vãs.

Fico como estou e sou
Sonhei quimeras, 
Fiz muitos amigos e a todos perdi...
 
...na voragem dos dias.


MEMÓRIA FOTOGRÁFICA - Anos 60 - 
O veículo era um MG vermelho, descapotável.
Pertencia ao jovem que viria a fazer parte da minha família:
Mais do que um cunhado, foi como um irmão.





 **************************************

terça-feira, 2 de agosto de 2022

RIA QUEM QUISER E TIVER VONTADE...

 ...SE ALGUÉM NÃO ACHAR PIADA NÃO FICO ZANGADA!


 








Continuação de uma boa semana


Sejam Felizes!

😃😗😚