domingo, 25 de junho de 2017

SOLIDÕES E DESERTOS.








É NO SILÊNCIO DA NOITE ESCURA

                         QUE A MINHA SOLIDÃO SE VÊ MELHOR.



*  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *


28 comentários:

  1. E se a noite for mais clara. O que acontece?

    ResponderEliminar
  2. A solidão desvanece-se com a luz Janita? Obrigado. Acabo de descobrir porque sempre que fui internada o marido dormia de luz acesa...
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Elvira, um sorriso acolhedor e amigo, pode ser a claridade que ilumina a solidão. Existem pessoas que têm esse condão. Outras há, que escurecem e destroem tudo à sua passagem.
      Um abraço amigo.

      Eliminar
  3. E haverá quem consiga ver a solidão d@ "outr@"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Erro seu, não sou habitué do FB
      bji.

      Eliminar
    2. Há solidões que se vêem com o coração...
      Ainda bem que não é habitué. Um ponto a seu favor.

      Beijinho

      Eliminar
  4. Não gosto de nada escuro, uma luzinha quebrando a escuridão vai bem...a impressão é outra. Escuridão é tétrica, pode deprimir.
    Beijo, querida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E deprime, querida Taís, deprime.

      Beijinho.:)

      Eliminar
  5. Ao olhar para a fotografia pensei que fosse no Japão.
    Uma pequena pesquisa levou-me ao Vitename.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei com dúvidas quanto ao nome do autor da foto, mas ainda terei de confirmar para que possa atribuir os devidos créditos, Pedro. E sim, é do Vietname.
      Beijinhos.

      Eliminar
  6. Solidão...

    ..e realmente no silêncio e no escuro que ela mais se chega para abraçar...
    ...se bem que por vezes está tão presente, mesmo por entre multidões ruidosas...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que compreendes, Cláudio Gil.
      Essa terrível solidão que se sente até quando nos encontramos rodeados por muita gente, já raia um estado de grande depressão. Que ninguém queira saber o que isso é; quase como uma morte em vida. Já passei por isso, infelizmente.
      Hoje, não, só ocasionalmente me sinto só, mesmo estando sozinha. :)

      Um beijo.

      Eliminar
  7. no silêncio, tudo é mais visível...
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, Manel...disso também tu entendes.:)

      Beijos repenicados!! :)


      Eliminar
  8. bonita a imagem :)

    boa semana, Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um pouco lúgubre, talvez, mas é aí que reside a sua beleza.

      Um beijo, Laura, boa semana. :)

      Eliminar
  9. Querida amiga só existe solidão para quem vive na eterna escuridão,beijinhos muitas felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A solidão é a doença do século XXI, amigo Emanuel.
      Estamos mais perto uns dos outros do que nunca, mas fechados em nós.

      Beijinhos

      Eliminar
  10. Por isso existem extrelas....

    Abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...e como tu gostas de apreciar as estrelas, Ricardo.
      Já eu tenho dias que sou mais Rui Veloso...sabes? :)

      Beijinhos e grande abraço.

      Eliminar
    2. O mal de quem apaga as estrelas é não se lembrar de que não é com candeias que se ilumina a vida.

      Miguel Torga
      Diário (1948)

      Eliminar
    3. Mas as estrelas que poderiam iluminar o meu caminho não sou eu quem as apaga, Ricardo.
      De quando em vez, lá vem um tornado, de malvadez, tentar deixar-me às escuras, mas a minha luz interior é forte e brilha o suficiente para me iluminar.
      Graças à resistência, para lutar, que me foi incutida desde o berço.
      :)

      Eliminar
  11. Querida Janita,

    Há pouco comentei sobre a solidão no blogue da Manu e o "karma" decidiu puxar-me até aqui.
    Que frase tão poderosa e carregada de uma profunda revelação.
    Que esta solidão se saiba iluminar pelas noites silenciosas, assim como o deserto, embora árido, contém pequenos óasis e muita luz durante o dia, que essa luz seja um bálsamo e lhe plante um sorriso, ainda que só, não está sozinha: tem a sua melhor companhia e a dos que lhe querem(muito) bem, mesmo em pensamento.

    Mimos doces e iluminados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Esmeralda.

      Agora deixou-me banhada em lágrimas...
      Penso não ser necessário dizer-lhe mais nada, até porque ainda que o quisesse, não conseguiria.

      Bem-haja, querida.

      Um forte e longo abraço.

      Eliminar
  12. Nem sempre as minhas noite me trazem solidão, há aquela que sinto no meio de muita gente.
    Solidão é um estado de alma e nunca se está só quando se têm amigos como tu.

    Beijinhos Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Manu.

      Como não subscrevo os comentários, muitas vezes perco alguns, ou seja, não me apercebo a tempo e depois não respondo.
      O que dizes é certo, mas também ocasiões há em que tal como canta o Rui Veloso:' por mais amigos que tenha sinto-me sempre sozinho'.
      São estados de espírito, que nos assaltam de repente, e depois partem.

      Beijinhos e obrigada, Manu.

      Eliminar