domingo, 11 de março de 2018

MÚSICA AO DOMINGO.


                                                           
                                         
 Milord
(Senhor)


Esta canção foi composta em 1959, com letra de Georges Moustaky e música de Marguerite Monnot.
Fala do encontro entre uma prostituta e um homem rico, mas com problemas amorosos...


"Aproxime-se, senhor!
Venha sentar-se à minha mesa;
Aí fora está faz tanto frio,
Aqui é confortável.
Deixe-me cuidar de si, senhor
Sinta-se em casa,
Confie-me as suas angústias.
Ponha os pés, numa cadeira
Eu já o conheço, senhor.
Sei que nunca me viu
 Sou apenas uma menina do porto,
Uma mera sombra da rua..."

(...)



À Quoi Ça Sert L'amour?

(Para que Serve o Amor?)


Edith Piaf e Théo Sarapo, o jovem que foi o seu último e grande amor, num dueto lindo e cheio de ternura.


Espero que sejam do vosso agrado. Tanto quanto é do meu!





28 comentários:

  1. Adorei ouvir. Lembro-me que era uma adolescente e adorava ouvir Édith Piaf. Apenas pela voz, eu não entendia patavina do que ela cantava, mas sabia ler, quanto mais saber francês. Mas a voz dela emocionava-me.
    E a história de amor com Théo Sarapo foi muito bonita.
    Abraço e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curiosamente, não foi na adolescência que tomei conhecimento das músicas de Edith Piaf, Elvira. Foi mais tarde, quando foi divulgado o seu controverso romance com o jovem Théo Sarapo, que comecei a dar atenção àquela Mulher pequenina, dona de uma voz inigualável.

      Abraço, bom Domingo.

      Eliminar
  2. Quando eu for jovem
    Quero uma idosa
    Ao pé de mim
    Mesmo que não cante tão bem assim

    (o vídeo é tendencioso
    a câmara está pregada no seu rosto)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) Nem o meu querido Amigo
      vai voltar à juventude
      nem a Edith era idosa.

      Faleceu pouco antes de completar quarenta e oito anos,
      acha isso muita idade?
      Se fosse viva, seria agora centenária,
      mas isso, também nós seremos, se não partirmos antes.

      Especialmente para si e todos os amigos deste Cantinho, gostaria que visse a homenagem que lhe foi prestada pelo 'Expresso', aquando da efeméride do seu centenário, AQUI .

      Um abraço.

      PS- Tendencioso? Ah, Deus...não veja coisas onde não existem. O Rogério é superior a essas picuíces. :)

      Eliminar
    2. (pronto, espalhei-me!)

      Insisto
      é um tendencioso vídeo
      mesmo quando é ele que canta
      é o rosto dela
      para onde a câmara aponta

      :)

      Eliminar
    3. Se o Rogério insiste, não o contrario
      até porque tem uma certa razão,
      mas compreende-se, não?!

      Boa semana, um abraço. :)

      Eliminar
  3. Apesar da minha idade já ouvi muitas vezes por causa dos meus país que gostam muito de a ouvir querida amiga ,desejo-lhe um domingo muito abençoado ,beijinhos no coração felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nestes casos de boa música e de vozes que ficaram para a História, a idade não conta para nada, amigo Emanuel.
      O bom-gosto, sim! :)

      Um beijinho e bom Domingo

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Obrigada!
      Tenho a certeza que partilhamos o mesmo "Doce e maravilhoso bom gosto musical". Verdade?

      Bom Domingo, caro Gil.

      Eliminar
  5. Lembro bem quando essa música foi lançada 🤑😝
    No entanto gosto de Edithe Piaf :)
    Beijinho Janita bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Mena,

      bom ver-te por cá e constatar que desta vez não dizes:-
      Não gosto!. :))

      Hoje, tirei a tarde para colocar em dia as visitas aos blogues dos amigos. Entre eles o teu. :)

      Beijinho grande.
      Bom resto de Domingo.

      Eliminar
  6. Boa tarde, Janita!!
    Muito bom! Gostei de ouvir!Obrigada

    Beijo e um resto de um bom Domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Cidália.

      Quem não gostará de ouvir a grande Edith Piaf? Creio que ninguém! :)

      Beijinhos, boa semana.

      Eliminar
  7. Piaf é eterna. Que bom ouvi-la aqui, Janita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na memória dos seus fãs, será eterna, sim, Luísa. Cá ficaram, também, as sua canções, para a eternizar.
      E logo tu que tanto amas a música francesa. :)

      Beijinhos, boa semana.

      Eliminar
  8. A mensagem desta canção é muito bonita e faz-nos pensar e constatar o quão verdadeira é.
    Não conhecia, obrigada por nos lembrares para que serve o Amor.

    Beijinhos e boa semana
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, querida Afrodite.
      Eu é que te agradeço a presença no meu cantinho.
      Quem lembrou para que serve o Amor, foi a doce Edith. Parece que o Théo, tinha algumas dúvidas. :)

      Beijinhos e boa semana para ti, também.

      Eliminar
  9. Fã incondicional e para sempre!!
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando nos apaixonamos por uma voz, é para toda a vida, Pedro. No caso desta Mulher, foi mais do que uma voz poderosa, foi uma lutadora!

      Beijinhos, boa semana.

      Eliminar
  10. Desde que me conheço como gente que adoro ouvir a Édit, talvez porque sempre gostei de francês e a voz dela é sublime.
    Músicas que se ouvem em todos os dias da semana.

    Beijinhos Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem após o surgimento de outra voz semelhante - Mireille Mathieu - o fulgor e a força da voz de Piaf ficou menor.

      Sim, a boa música é para ouvir sempre, mas esta rubrica é semanal. :)

      Beijinhos e boa semana, Manu.

      Eliminar
  11. Gosto tanto quando me dás música. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem diria?...É bom eu saber disso.:)
      Obrigada!

      Eliminar
  12. Uma voz inigualável ! Ainda não surgiu outra como a dela ! Uma voz rouca, doce, inconfundível ! "La vie en Rose" , talvez a canção mais marcante, mas... elas são tantas e tão boas !!! ...

    Beijo, Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quis fugir um pouco às suas canções mais conhecidas e descobri este vídeo dela e do jovem marido. Achei lindo! :)

      Beijos, Rui, :)
      Obrigada.

      Eliminar
  13. O que nos vale é a Janita por nos trazer esta rełíquia dum passado, que está (ainda) na memória.
    Por que razão não passa música francesa nas nossas rádios e televisões? Sabemos nós ...
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tivemos um período em que a música francesa era dona e senhora da Rádio. Agora, pouco se ouve, provavelmente por carência de novas composições e pelo grande desenvolvimento da música inglesa. Não seria?
      Mas a Piaf é das vozes imortais, Agostinho.

      Beijinho, obrigada.

      Eliminar