sábado, 9 de fevereiro de 2019

Querida Mãe, Então Que Tal?






Recebi, por estes dias, esta fotografia, de uma das cidades mais antigas dos Países Baixos: Zutphen. 
Situada em Guéldria, ou Gelderland, em neerlandês, numa das  suas doze províncias.

A cidade tem mais de quatrocentos e cinquenta belíssimos monumentos, entre eles vários museus. Nos arredores, podem admirar-se os seus imponentes castelos medievais.

Pois é, meus amigos, quem vai viver para a Holanda dificilmente deseja regressar.  E, eu, se me ponho a adiar a minha ida ao País das tulipas e das maravilhas mil, ainda que o meu destino principal fosse a pequena cidade de Bussum, talvez acabe por ir desta para melhor, sem chegar a lá pousar os pés…
       ...e, por hoje, é tudo o que tenho para vos dizer.

Fiquem bem, e tenham um 

Feliz Fim-de-Semana!



29 comentários:

  1. Tenho um familiar que vive em Gelderland na parte alemã. Uma região muito interessante.

    Gosto dos nossos vizinhos holandeses e do seu país, não pelas tulipas 🌷🌷🌷 mas pelas belas cidades, os seus museus e momentos.

    Zuphen está à tua espera com um ramo de tulipas 🌷🌷🌷

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero ver se lá vou este ano, Teresa!
      Com viagem e estadia pagas e cicerone incluído, só não aproveito se for muito 'lerda', não achas? :)

      Espera-me Zutphen, Bussum, Utrecht, Haia ( onde vive a nossa amiga Nathalie, que já viveu um tempo no Porto) e tantas outras cidades de que o meu filho me fala, envia fotos e são maravilhosas. Vamos ver se a saúde me deixa ir, em breve.

      Abraço, Teresa.

      Eliminar
  2. Depois dessa foto convite, melhor ires logo...Tanta de belo por lá! beijos, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, Chica. Nunca viajei sozinha de avião e, cá no fundo, essa tem sido uma das razões que inibem a minha vontade de ir. Parvoíce minha, claro. :)
      Beijos.

      Eliminar
  3. Não gostava de viver na Holanda (parece-me) muitos monumentos para o meu gosto;) só pelas flores gostaria de visitar.
    Dizem que é linda.
    Beijinho Nita
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para te ser sincera também não sei se gostaria de lá ficar a viver, mas visitar, sim.
      Também não precisavas de ver os Monumentos todos, Mena! :) Ficaste assustada com o número elevado? Olha que por cá também temos muitos.

      Beijinho, Nina.
      Tudo de bom. :)

      Eliminar
  4. Tenho, por via conjugal, uma filha de uma prima a viver na Holanda há anos. O marido é holandês ligado à investigação como ela.
    Às vezes tem saudades do nosso sol!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que o meu filho quando cá veio, no Natal, se queixou do 'nosso' frio húmido?
      Lá também há dias de sol, agora que o nosso clima é mais temperado, sem dúvida. Haverá outras compensações, certamente.

      Abraço, Leo! :)

      Eliminar
  5. Ao ler o título, julguei que te estavas a referir aos "Rio Grande" :

    Querida mãe, querido pai. Então que tal?
    Nós andamos do jeito que Deus quer
    Entre dias que passam menos mal
    Lá vem um que nos dá mais que fazer.
    :))
    ... mas depois, somei 2+2 e vi que foram as saudades a falarem mais alto ! :))
    Calculo bem quanto "isso" pesará para ti ! :)... Não é fácil, acredito ! ... E sim, deverás procurar dar lá uma saltadinha matar "esse bichinho" saudade ! :))
    Hoje em dia, os voos para Amesterdão não são muito caros, se comprados com tempo ! Lá, terás quem te vá buscar ao aeroporto ! :)
    Vélá. Pés ao caminho, Amiga ! :)

    Abração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehehehe, mas foi nessa canção, acerca do emigrante que escreve a carta aos pais, que baseei o título, Rui. Afinal, o Luís também o é! :)
      Sabes que quando ele cá esteve pegou no 'esperto' e soube logo dizer-me qual o melhor voo, a melhor companhia aérea e tudo. Fartei-me de rir porque quando lhe disse que tinha medo de ir sozinha, aventou a hipótese de requisitar uma cadeirinha, pagar uma taxa extra e ter alguém que me leve ao avião e, ao desembarcar lá, me entregar a ele. Como se fosse uma encomenda!! ahahaha
      Mas olha que a mãe da minha nora, que foi lá, a partir do Estado de Santa Catarina, no Brasil, foi isso que fez. Mas a senhora é mesmo doente. Sofre de ataques de pânico.

      Abraço, Rui! :)

      Eliminar
    2. Desde já te digo que se decidires ir, eu me disponho a ir buscar-te a casa e deixar-te na porta de embarque no aeroporto Sá Carneiro !
      De resto, nestas coisas, é só ir seguindo a fila das gentes do voo, desde que ele pare até à saída, como sabes ! No problem !
      :)

      Eliminar
    3. Obrigada, Amigo Rui. Fico sensibilizada por isso, mas como sabes, a minha filha diz-me o mesmo. É algo irracional, eu sei, mas um dia - quando o tempo aquecer - resolvo isso.
      Só que o Luís planeia tudo com muita antecedência e diz que pelo menos tenho de lhe dizer a data em que vou, dois meses antes. Logo eu que detesto fazer planos! Nesta férias, em Agosto, por exemplo, nem pude sair em virtude de vários contratempos com a minha saúde. :(

      Beijinhos e obrigada, Rui.

      Eliminar
  6. Queridos leitores,

    convidamos-vos a ler o capítulo 7 do nosso conto escrito a várias mãos "Ecos de Mentes". Esta semana pela mão da Tixa Falchetto, interpretando Helena.


    https://contospartilhados.blogspot.com/2019/02/ecos-de-mentes-capitulo-7.html

    Sempre com o mesmo carinho por vós,
    saudações literárias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata pela visita e convite, Tixa!
      Já lá fui espreitar, li e gostei dessa ideia de escrita colectiva!
      Fez-me lembrar da dupla Nicci French, de quem tenho vários romances. Escrevem a 'quatro mãos' obras verdadeiramente espectaculares.
      Parabéns a todo o grupo de escritores.

      Eliminar
  7. Tenho uma sobrinha que foi lá passar férias e já tinha vontade de lá ficar! Lol

    Perambulando em tapete matizado. [Poetizando e Encantado]
    Beijo e um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, só que a vida lá é como em qualquer outro país onde se vai para trabalhar. Turismo é outra coisa. :)
      De qualquer modo é um país com um nível de vida fantástico.

      Beijos e bom Domingo.

      Eliminar
  8. Um País que gostaria de visitar, somente !!!
    Tive uma ex-colega que trabalhou lá, em Zutphen e diz que é uma cidade muito agradável e simpática. Os holandeses também primam pela sua hospitalidade !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é isso, visitar, porque para viver acho que não me adaptaria ao clima.
      O meu filho vive em Bussum, uma cidade pequena mas muito, muito bonita.
      Obrigada, Ricardo.
      Um abraço.

      Eliminar
  9. Um dia destes
    ofereço-lhe tulipas

    o resto fica a cargo da sua imaginação

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesse dia, Rogério,
      vou agradecer-lhe as tulipas
      e a boa intenção...

      ...mas,dois terços da minha vida
      já foram vividos
      através da imaginação.

      Deixe que agora eu possa viver,
      ao vivo e em pleno,
      as belezas daquilo,
      que, ao vivo, nunca vi nem vivi.

      Um abraço.

      Eliminar
  10. Confesso que a minha curiosidade é apenas pelas tulipas:))

    Hoje:- Os nossos corações arrebatam-se num desejo {POETIZANDO...}

    Bjos
    Votos de um óptimo Domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os motivos são válidos para visitar a Holanda, Larissa.
      Sejam os moinhos, os monumentos, os castelos, as paisagens e, claro, os jardins e campos de tulipas. :)

      Bom Domingo!

      Eliminar
  11. Então, pira-te para lá! Por que esperas?

    Beijinhos com tulipas coloridas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hei-de ir, sim, Graça! Mas só de visita, uma ou duas semanas.
      Jamais iria definitivamente, não agora. É aqui que tenho a minha casa, as minhas raízes e já estou velha demais para me enraizar noutro país. Acho que, comigo, tudo me chega demasiado tarde, infelizmente.

      Beijinhos, com as cores verde e vermelha. :)

      Eliminar
  12. Tal como o Rui, quando li o título pensava que se tratava da canção dos Rio Grande e lembrei-me que o meu filho a cantava de fio a pavio quando era pequenino. Afinal há uma relação entre o tema do post e o meu pensamento: Os filhos. Ah, os filhos. :) Vai sim, Janita. Aproveita bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)) Lembrei-me dessa canção: "Querido pai, querida mãe, então que tal"? e achei que daria um bom título.

      Pois, Luísa...os filhos! Que acabamos por não ter por perto, naquela altura da vida em que mais precisamos deles. A vida é assim e é assim que temos de a levar. Se possível, com um sorriso, porque essa coisa da esperança, já foi chão que deu uvas...

      Beijinho, Luísa. :)

      Eliminar
  13. Da Holanda, só conheço Amesterdão, mas esta cidade de que falas aqui, deixou-me com vontade de ir.
    O meu problema, sempre é não ter companhia, as viagens, alojamento ficam mais caros e não gosto de viajar sozinha, sou uma despistada :P

    Tu vai, amiga, viajar é uma das coisas melhores que se leva desta vida!

    Beijinhos Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manu.
      Amesterdão é a cidade mais conhecida por ser a capital, mas há cidades mais pequenas e muitíssimo bonitas.
      Zutphen foi a que o meu filho visitou mais recentemente e veio de lá encantado.

      Beijinhos, boa semana, amiga! :)

      Eliminar
  14. Parabéns, Janita :)

    Bj enorme e Tudo de bom :)

    ResponderEliminar