segunda-feira, 26 de setembro de 2022

HUMOR & POESIA.

 *************************

😎


 ðŸ˜±

Perante tão cruel infortúnio
fica a ansiosa donzela
em fofo leito,
desfeita em lágrimas
sentidas...

 Agora com o seu
sonho desfeito
lá terá que se preparar
para novas 
investidas...


Tentei encontrar um poema de Bocage que casasse bem com este caso. Após algum tempo de infrutíferas pesquisas, acabei por me inspirar no 'soneto da donzela ansiosa' e escrevi eu este simples poeminha.
Creio que assim fica o ramalhete mais compostinho... Porém, o julgamento ficará a cargo dos meus caríssimos leitores/leitoras.






*****************************************


28 comentários:

  1. Belo ramalhete a cheirar a flor de laranjeira! :))

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que bem cheira a flor de laranjeira, Leo! :))

      Abraço, boa semana.

      Eliminar
  2. Boa tarde
    Ao encontrar dois ainda ainda tem o problema de saber com qual ficar pois podem ser iguais ao marido.

    JR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já viu que trilema foi aventar, amigo JR?
      Mas como uma desgraça nunca vem só, não me admirava nada que isso acontecesse.
      Boa tarde e uma boa semana.

      Eliminar
  3. Humor e poesia de mãos dadas, parece-me bem.
    Beijinho, Janita, boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com esta aliança, fica o humor mais suave e a poesia mais apetecível, assim me parece. :)

      Beijinhos, António.
      Semana com saúde.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Se acaso houvesse uma ménage à trois, já considerarias orgia?? É que tudo me parece apontar para isso...:))

      Eliminar
  5. Já conhecia a anedota mas é sempre engraçado ouvir de novo
    .
    Uma semana feliz … cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa semana e tudo na medida dos seus desejos, Rycardo

      Eliminar
  6. Ele há cousas do caraças, impensáveis - de todo... Contudo, nos tempos que correm já nada espanta. Há de tudo, como na botica.
    Bjis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os ditados populares são sempre baseados em experiências verídicas. Vai ver aquele: "Antes que cases vê bem o que fazes", tem a ver com este acontecimento.
      No fabrico de género acontecem cousas que descambam.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. sorri perante os "infortunios crueis"! também me apetece repetir a pergunta sobre a possibilidade de orgia .... rs
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O exagero no cumprimento do dever nupcial também pode ser um grande infortúnio.

      Abraço, Manuel.

      Eliminar
  8. É o humor em plena segunda-feira para amainar as intempéries da vida. Louve-se o “poeminha” que leva em conta o ponto de vista da dama, que deve fazer “novas investidas”. São os tempos modernos... Eles se entenderão...
    Beijinhos, minha amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O humor por aqui não tem dia certo, amigo JC. É quando surge a oportunidade. Talvez se tenham entendido, sim. Só que eu não fiquei lá para ver. :)

      Beijinhos e boa semana, José Carlos.

      Eliminar
  9. rsssssss, e por que não um humor poético, né, amiga?
    Adorei o poeminha bem humorado, 'poeminha' em tamanho!
    Coitada da moça...
    Um beijinho, querida Janita, uma feliz semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, porque não, amiga Taís? Se quem ama vê tudo cor de rosa, quem tem sentido de humor pode encontrar nesse estado de espírito, um pouco de poesia.
      Pois, a moça foi ao engano, era moça direita...lá do sertão,🤭 descobriu tarde o logro em que caiu.

      Um beijinho, querida Taís.

      Eliminar
  10. Traz outro amigo também acho que não era bem isto :)))))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Pedro, claro que não!! 🤭
      O amigo que o Zeca pedia era mesmo amigo. :)
      Beijinhos.

      Eliminar
  11. Pus a leitura em dia e nem imaginas o que ri com este vídeo. A foto da ponte do poooorrrrto éstá cin estrelas.
    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na Ribeira de Gaia e Porto arrastam a fala? Pensei que fosse só em Setúbal, na terra da boa sarrrrdinha e do carrrrapau. :))
      Beijinhos, Fatyly.

      Eliminar
  12. Muito bem apresentada a estória. Com "poeminha" a preceito.
    Ai flores, flores donzelas,
    que levais ramo de laranjeira
    como se aroma fosse sê(-)lo.
    Boa saúde. Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então o meu querido amigo Agostinho nunca ouviu dizer que mais vale sê-lo do que parecê-lo?? 🤭
      Abraço e muita saúde, amigo Poeta.
      Beijo

      Eliminar
  13. O que ri com este vídeo!
    Um não presta, será que arranjar outro será solução?
    Gostei do teu poema.
    Beijinhos Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Manu, quando descubro estas pérolas venho sempre compartilhá-las com quem tem sentido de humor, ou seja, convosco, meus amigos e leitores. 🤭
      Os que se arvoram em apreciadores de posts com bom gosto, ficam de fora. 😁
      Beijinhos, Manu!!

      Eliminar
  14. Hahahahhah maravilhoso... Assim só se estraga uma casa :))) Obrigada, Janita!!
    -

    Beijos
    Uma excelente semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso, Cidália. :))

      ( O blogger agora acelerou as nossas pesquisas e atrasou o envio dos comentários para o SPAM. Lamento, mas só agora dei com o seu.)
      Abraço e um bom dia.

      Eliminar